"Monocrômica, anacrônica, atraente, arcaica Antonina, não amo-te ao meio, amo-te à maneira inteira."
Edson Negromonte.



segunda-feira, 7 de maio de 2012

COMISSÃO X CONSELHO

Li em alguns blogs a polêmica sobre o indeferimento do projeto de lei da vereadora Marga que cria o Conselho Municipal do Meio Ambiente. Pelo que entendi existe uma lei municipal, da então prefeita Munira, que define não só uma comissão gestora, como um fundo de custeio e projetos na área ambiental.
Para não escrever bobagens li no site do Ministério do Meio Ambiente as diretrizes legais para a criação do Conselho de Meio Ambiente, cuja prerrogativa cabe às Câmaras Municipais a sua criação e legislação, devendo ao conselho a tarefa de assessoria.
Portanto, se há um motivo legal para o indeferimento do projeto de lei da vereadora Marga, antes precisamos saber e discutir algumas questões que se seguem:

1 – Se a comissão criada pela lei municipal é atuante?

2 – Quem são os seus membros?

3 – De que forma esses recursos são destinados ao fundo municipal ?

4 – Como foram e são geridos os recursos recebidos, se for o caso?

5 – Quais as políticas aplicadas por essa comissão?

6 – Se a legislação municipal entra ou não em choque com a legislação do MMA?

7 – Se entra em choque, os recursos do fundo nacional são destinados ao município?

Se por ventura a comissão criada pela então prefeita Munira não é atuante, isto é, só está no papel, deduzo que Antonina não recebe dotação nenhuma e, se for assim, sinto lhes dizer que o problema não está no projeto de lei da vereadora e sim na lei municipal que não pegou.

62 comentários:

Anônimo disse...

O Jekiti tá muito mal informado. A prefeitura tem sim comissão do meio ambiente.
Tanto é que essa comissão resolveu modernizar o espectro paisagistico do reino.
"Modernizou" a fonte da carioca, "modernizou" a feiramar, "modernizou" a paisagem ao lado do Camboa, "modernizou" a F. Matarazzo. "modernizou" a Ponta da Pita.
= COMO?????????
- METENDO O MACHADO NAS ESPÉCIES INVASORAS!!!!!!!! (Reparem bem na sutileza técnica dessa comissão:- espécies invasoras!!!!)
Pra deixar bem marcada a atuação da comissão da prefeitura, deixaram os tocos das árvores. E marcaram um período de DEZ ANOS de discussão, para definirem qual vai ser a espécie substitutiva.....Porque dez anos???? É porque esse é o tempo que leva pros cuprins comerem os tocos que tão à mostra pra memória do grande feito ambiental...... Depois que os cuprins comerem, aí sim eles vão, exatamente no mesmo buraco, plantar a espécie substitutiva eleita.!!!!

E vem a Marga querer roubar o "brilho" desses briosos gendarmes da prefeitura!!! a serviço do meio ambiente Desaforo!!!! Tem que indeferir mesmo!!!!

Amigos do Jekiti disse...

Entendi sua intenção, mas não é com esse tipo de sarcasmo que chegaremos algum lugar.
Também é equivocada quando diz que existe comissão e é ela quem determinou o corte das árvores da feira-mar, por exemplo. Comissão não determina nada, quem a faz é o executivo, de acordo com as prerrogativas legais - e aí entra o legislativo -, e muito menos moderniza, porque ela não é ligada ao patrimônio cultural.
A comissão, no caso, faz ou deveria fazer o papel de "conselheira" do executivo nas questões ambientais, indicamos rumos para a preservação do meio ambiente, bem como projetos sustentáveis que garantam o desenvolvimento sustentável através do nossoecossistema.
Para finalizar, vc prestaria grande serviço à comunidade se pudesse resposder uma das questões, pelo menos.

Henrique disse...

Pelo pequeno conhecimento que tenho na vida pública e acadêmica podemos conceituar da seguinte maneira:
Comissão: grupo de pessoas encarregadas de funções específicas ou especiais de determinado assunto ( geralmente tem caráter temporário e são operacionais).
Conselho: grupo de pessoas que se reúne para debater e resolver determinado assunto ( ou mais, geralmente são permanentes e tem caráter deliberativo).
As comissões não constam no organograma da organização. Já os conselhos normalmente constam nos organogramas das organizações.

Henrique disse...

Em tempo: A comissão delibera, pesquisa, investiga e eventualmente executa, com o aval da autoridade maior da organização.

Anônimo disse...

Conselho ambiental, só pra aconselhar. Não manda nada.
Entendi.
O projeto da Vereadora. vai criar mais meia dúzia de cargo em comissão.... Mais gente pra dormir e coçar às nossas custas.....
Se conselho fosse bom, vendia-se não se dava.....é isso que diz o dito popular.

(grande parte do que é necessário para a da preservação ambiental urbana passa pelo bom senso do homem probo e honesto. - Acontece que em prefeituras desse Brasil afora tem muito troglodita entocado) - (bem entendido, aqui é exceção, só aqui no reino que não tem....)

Amigos do Jekiti disse...

A campanha já começou, como pode ser visto nos comentários acima. O pessoal morre de medo que o PT assuma o executivo, pois sabem que vão perder as "boquinhas", por isso destratam o partido e seus componentes.
Bom mesmo é essa turma que eles representam, a qual governa Antonina há décadas e nada de concreto fizeram pelo seu povo, a não ser por eles e seus pares.
O pior é que demonstram o quanto são incapazes, de cara limpa, de se posicionarem, preferindo atuar nas sombras, no submundo dessa política nefasta que é a antoninense. Pessoas de esquerda tem o hábito de se posicionar, de darem os nomes e a mostrar a cara. Mas eu entendo a falta de postura e de coragem dessa gente de alma pequena e de pensamento restrito, porque eles são a tropa de choque daqueles que preferem ver o povo de Antonina de joelhos, de cabeça baixa, para que não vejam que são as raposas que cuidam do galinheiro.

Henrique disse...

Parece que fui mal interpretado em minha conceituação.

O Conselho delibera e a autoridade executa ( no caso de Antonina, a autoridade é o Prefeito).
Entretanto nada impede e é aconselhável que a autoridade maior ( no caso de Antonina ) participe do Conselho. Note-se, que as decisões do Conselho ocorrem por votação de seus membros.

Amigos do Jekiti disse...

Henrique, você está certo, porém, a Lei que implanta a comissão define que um dos seus representantes é do poder executivo e, neste caso, pode ou não, ser o prefeito.
Mas a grande questão não respondida são os questionamentos que eu fiz sobre a atuação da referida comissão, sobre a qual paira a dúvida de que não é atuante.
Pelo visto a "tropa de choque" não se interessa em discutir ou esclarecer essas questões, talvez, para não expor suas lideranças ao constragimento.

Reginaldo Gouvea disse...

Obrigado Amigos do Jekiti, descobri hoje pelo comentário acima que sou de ESQUERDA!!!!

Anônimo disse...

Aqui no reino comissão logo logo vira COMESSÃO, isto é COMEÇÃO. Mais ainda comissão do meio ambiente, palavra muito vaga e genérica por abarcar fatores permeantes a quase todas as secretarias municipais.

Não precisa de comessão pra jogar conversa fora e recolher verba orçamentária pra se saber, por exemplo:-
1- imprescindível que deve ter coleta seletiva de lixo, como tem, por exemplo, numa cidadezinha bem menor que esta aqui, chamada CURITIBA!!!
2- Não precisa de comessão pra se saber que não se deve sair, ao arbítrio de algum estúpido, cortando árvores a torto e a direito pela cidade afora, árvores essas quinquentenárias, que já existiam antes de esses vagabundos terem nasscido, infelizmente nascidos.
3- Não precisa de comessão pra se saber que a capa verde dos morros que circundam a cidade, inclusive e principalmente na Thiago Peixoto deveriam ser preservadas, mantendo-se a estética e a segurança, proibindo-se novos desmatamentos e novas construções nesses locais.
4- Não precisa de comessão pra se saber que não é o PLANO DIRETOR que se adapta ao interesse de empresas, mas empresas é que devem ADAPTAR-SE AO PLANO DIRETOR (presta atenção aki, dona Marga arrependida)
5- Não precisa de comessão pra se saber que a propaganda e a divulgação VISUAL do comércio precisa ser regrada pela prefeitura para que não haja poluição visual (propaganda de botecos, supermercados e fábrica de bala com imensas faixas das fábricas de cerveja)
6 - Não precisa de comessão pra se saber que a estética visual das construções da cidade tem que ter disciplinamento arquitetônico, para não se ter "favelinhas e ranchinhos e PUXADINHOS" erigidos em segundo andar, como tem no próprio agora centro histórico tombado pelo Iphan...
7 - Não precisa de comessão e sim de FISCALIZAÇAO pra que a cidade (sobremodo rodoviária, a própria rua da prefeitura e a Thiago Peixoto) não esteja cheia de sacos de lixo em pleno final de semana (sábado e domingo)

8- Se querem mesmo uma COMISSÃO de verdade, que não seja COMEÇÃO, é só designar Servidores Efetivos da prefeitura que, além da funçao que exercem nas diversas secretarias, também se reunam para a finalidade supra e Lhes sejam proporcionados cursos para melhor informação técnica.

COMISSÃO e a palavra de todos os amores dos barnabés.
SE TEM QUE MODERNIZAR A ADMINISTRAÇÃO, INSTRUAM QUEM NELA JÁ ESTÁ DE VERDADE (SERVIDORES EFETIVOS).
NADA DE TRAZER MAIS OPORTUNISTAS PRA "MAMAREM NAS TETAS DA VIÚVA RICA"

MUITO ÓTIMO, CÂMARA DOS VEREADORES!!! CHEGA DE ARRUMAR ENCOSTO PRA QUEM NÃO QUER TRABALHAR!!! NADA DE COMESSÃO!!!

Anônimo disse...

Antonina é um dos Municípios do Estado do Paraná que mais recebem verbas indenizatórias devido à gande extensão de mata atlântica intocada.
Parece que na área urbana pelo menos, os Administradores desta terra são inscientes do "porque" daquelas verbas e permitem toda sorte de agressão ao meio ambiente.

Uma sugestão: "é de pequenino que se torce o pepino" - Senhores Professores:- Vs. poderiam, dentro das salas de aula, implementar a formação da "consciência ecológica" das crianças de modo que essa mesma consciência seja por elas levadas para seus lares.
Será que a sugestão é inoportuna???

Um exemplo:- ouvi a seguinte fato, não sei se é verdade.
"... Teve um recente ex-Prefeito que estava passeando pela cidade com sua filha e ambos comendo bom-bom.... Quando acabaram de comer, o "ex" jogou pela janela afora os papeis de embalagem.
Imediatamente foi rispidamente repreendido pela filha pequena, que o fez parar o carro e recolher o papel jogado na rua.

Sabem porque? Porque a criança tinha aprendido na ESCOLA que NÃO SE DEVE JOGAR LIXO NA RUA, nem papel de bala..... PARABÉNS A ESSA DESCONHECIDA E CONSCIENTE PROFESSORA!!! SE TIVER COMISSÃO SÉRIA E HONESTA, IDENTIFIQUEM-NA QUE ELA MERECE ESTAR PRESENTE, POIS DENTRO DO QUE FAZ, JÁ CUIDA DO MEIO AMBIENTE !!!!!!!!!!!

Henrique disse...

Prezado Luiz Henrique, entendo perfeitamente sua colocação.
Para ilustrar sua preocupação, relato a experiência que se deu comigo.
Fui chamado certo dia pelo Diretor do Órgão em que eu trabalhava. Me relatou o problema, que êle tinha e me pediu para levar a solução para êle, por escrito no prazo de 10 dias.
Ponderei com êle, isto é um "pepino". Não seria melhor nomear uma comissão para estudar e resolver?
Êle ponderou e me disse, eu só nomeio comissão quando quero que as coisas não saiam, ou seja não aconteça nada. Eles discutem, discutem e acabam levando tanto tempo que, quando a solução chega o problema já não existe mais ou deixou de ser importante.
Quando eu quero uma solução correta e rápida chamo alguém, como estou fazendo agora, delego e estabeleço prazo. Boa sorte e se precisar de mais alguma coisa me procure, caso contrário nos veremos daqui a 10 dias.
Jamais esqueci a lição e inclusive utilizei bastante o método durante minha vida profissional.

CELSO WISTUBA disse...

Luiz,

O problema não está no Projeto de Lei apresentado pela vereadora e sim na maneira como esta tratou a situação.
Ao invés de debater a questão de maneira a resolver o problema,optou em disparar emails tentando fritar os membros da comissão.

Condema x Fundecon
Não precisa ser um especialista na área. Com uma simples leitura e uma rápida interpretação dá para entender que a lei proposta em requerimento, tem "o mesmo objeto" da lei já existente que é; a criação do Conselho e Fundo municipal de meio Ambiente. O que se conclui, que não seria lógico a existência de 2 leis com o mesmo objetivo.

Como a lei já existente é do ano de 1999,(13 anos) está lei pode sim sofrer alterações em seus artigos e ser modernizada, e em último caso, se a proponente entender que a lei 40/99 não atende os objetivos por ela propostos, ela deveria então solicitar através de requerimento, a "revogação" da lei já existente para daí sim, iniciar o processo para a criação da nova lei.

É obvio também que a lei 40/99 não está sendo cumprida, como muitas outras afora nesse País.
Por esse motivo a Comissão sugeriu a vereadora que; fosse solicitado ao Executivo, a aplicabilidade da lei já existente, ou seja, a constituição do Conselho e do Fundo Municipal do Meio Ambiente.

Tenho certeza que os pontos colocados em discussão por vc podem sim, em uma etapa posterior a implantação do conselho, serem discutidos e aprovados.

Essa etapa aconteceria na elaboração e criação do regimento interno do Conselho. Depois de empossados, os integrantes desse Conselho discutirão e aprovarão o regimento, que conforme a lei, definirá a estrutura de funcionamento e as competências deste.
Um abraço.

Anônimo disse...

Nessa listagem aí das 11:29 se esqueceram do grande abraço que o mangue dá em toda a cidade.
A orla do mangue depois da M.H. até a Bento Cego é so sujeira e invasão, inclusive pela Prefeitura, que construiu ali o prédio da SAMAE.
É também área de preservação do meio ambiente o asseio do mangue pela retirada do lixo que se acumula na orla da cidade. Sem se contar problema de vem de longe, que é a emissão de esgotos da cidade na baía, SEM NENHUM TRATAMENTO.

Amigos do Jekiti disse...

Tutuca, entendo perfeitamente a questão do choque que há entre a lei e o projeto da vereadora, porém é preciso relevar que uma lei que perdura há 13 anos precisa corresponder aos anseios para os quais ela foi promulgada.
Se a questão é de foro legal, não duvido, mas se analisarmos a questão prática, isto é, a implementação, pela comissão, de uma política ambiental, será que chegaremos a conclusão que ela realmente foi aplicada em seu todo?
O fato de existir comissão e uma lei que a rege, não significa que ela atenda a todos os requisitos práticos, devido, não só, a sua inocuidade, como também pela sua extemporaneidade inaplicável.
Pelo que me consta, salvo engano, a lei em vigor, até o momento não foi capaz de implementar uma política ambiental em nossa cidade, haja vista os problemas ambientais decorrentes do assoreamento, da mudança do plano diretor, da não implementação de uma política sustentável para o pessoal do rio pequeno, por exemplo, da orla marítima (mangue) e a mais grave de todas, não foi capaz de políticas preventivas que evitariam duas mortes e muitas perdas materiais em decorrência das chuvas de março de 2011.
No meu ponto de vista, bem como respeitando as suas colocações, concluo, salve melhor juizo, que a lei atual, além de ser estéril, nunca foi aplicada, conforme as razões acima citadas.
Portanto, caro Tutuca, o indeferimento do projeto lei, mesmo sendo com base em erro de objeto, não inibi que a primeira seja revogada, pois a proposta da vereadora atende os ditames da Ministério do Meio Ambiente, no que poderia, com maior facilidade, trazer dotações de acordo com a nova política ambiental proposta pela vereadora.
Mas como em Antonina a política é predatória, prefere-se priorizar as intrigas e perseguições, a valorizar as relações republicanas que convertam em ações objetivas para o bem comum.
abraço

Paulo do B disse...

Reginaldo "esquerdista"? Só se for de 'puxadinho'.

Editor, penso que o problema não esta na lei e sim na sua regulamentação, lei sem regulamentação é inócua. Lembre do caso do aviso prévia de trinta dias!

A vereadora Marga têm que entrar com um pedido de regulamentação dessa lei - posso ter um ledo engano, mas quem faz essa regulamentação é o legislativo, pois o executivo nesse caso só têm o poder de vetar ou não. Assim como outros conselhos e comissões que existem na lei, p.ex. Conselho Municipal de Turismo, mas o legislativo não o regulamentou.

Se eu estiver errado, por favor corrijem-me.

Anônimo disse...

A gente tá careca de ver lei ser modificada, com revogação de artigos e acréscimos de outros.

Mas é viável lei nova.

Só que aqui é bem "reino do sertão brasilero" , mesmo tendo "célebres Advogados" que são políticos também....

Não precisa, se não quiser, revogar uma lei, pra depois colocar outra no lugar.

A lei nova que regulamenta inteiramente assunto de lei velha, ipso facto, revoga a lei velha.....

Ou, então, bastará nas disposições finais da lei nova, acrescentar que se revoga a lei n.....

Ah! quando é que este sertão de mangue vai ficar "estrumado" de verdade ???

Amigos do Jekiti disse...

Paulo do B, sua colocação é pertinente. A lei em vigor poderia ser revogada e promulgada uma outra, isto é, com base no projeto de lei da vereadora, desde que atenda as prerrogativas do MMA.
Mas acho que a questão é política eleitoreira e não republicana.

Anônimo disse...

parem vs. de trocar burocráticos salameleques que isso tudo sempre acaba em pizza, pois do geito que a coisa anda, a prefeitura sempre teve, tem e sempre vai ter DONO que manda até na CV, como se viu no vergonhoso caso do plano diretor.

Amigos do Jekiti disse...

Meu caro, acho que vc não viu meu penúltimo comentário, no qual citei o Plano Diretor.

Anônimo disse...

Jekiti, Você e o nobre Vereador estão propondo algo parecido com o que se chama "vazio legal" Revoga uma, pra depois editar outra lei.
Implicitamente Vs. estão confessando que essa comissão é só perfumaria, pois pode ficar um tempo sem a dita cuja por ausência de dispositivo legal.

Pensando bem, parece que é isso mesmo, pois o reino passou muito bem sem ela, na medida em que os caprichos da prefeitura nunca vão se dobrar a uma simples comissão consultiva, com pessoas possivelmente nomeadas pelo prefeito, sabe-se lá dentro de que critério.... (sabe-se sim, sempre político e nada técnico, é sempre assim....).

A não ser que o reino daqui pertença a outra ordem federativa, olhem que tem leis ambientais aos montes na área federal e estadual. Bastava observá-las. Pra isso não precisava de comissão: precisava de um bom advogado dessa área que esclarecesse e orientasse: sai bem mais barato para os cofres públicos..

Anônimo disse...

Tem gente aí trocando os pés pelas mãos.
O legislativo faz a lei.
O regulamento é editado mediante decreto do Poder Executivo. É, portanto, o Executivo que faz o regulamento que deverá editar disposições nos estritos termos estabelecidos pela lei.

Anônimo disse...

Alguém aí tirou do "bau de ossos" o caso do Conselho de Turismo....Ah meu deus do céu!!! Tem vereador que se lembra que Ele, O CONSELHO, existe e não pisa no calo da prefeitura pra que Ele seja vivo, atuante!
SENHORES VEREADORES: CAIAM NA REAL: QUEM MANDA NO MUNICÍPIO É O PODER LEGISLATIVO, SÃO OS VEREADORES!!!!SÃO OS VEREADORES QUE, bem ou mal, REPRESENTAM O POVO !!!!
Srs. Vereadores, deixem de ser tão submissos ao Prefeito, que o PODER com maior PODER dentro da ordem democrática municipal, é o PODER LEGISLATIVO !!! VS. É QUE MANDAM NO PREFEITO!!! SE QUISEREM, E SE HOUVER MOTIVO, VS. ATÉ PODEM BOTAR O HOMEM NA RUA !!! NÃO TENHAM MEDO DELE, SÓ PORQUE ELE TEM A CHAVE DO COFRE......

Amigos do Jekiti disse...

meu caro anônimo das 22:26, o MMA dá as diretrizes para a criação do conselho e pode fazer repasse de recursos ao munícípio, através do Fundo Naciourais do Meio Ambiente, que financia projetos socioambientais para o uso sustentável dos recursos ambientais, entre outras.
Antonina é cercada pela Mata Atlântica e, com a criação do conselho de meio ambiente, a cidade e seu povo terão condições de se beneficiarem com recursos do fundo.
Não é remunerada a participação no consellho e nem seus membros tem função de legislar e executar, apenas de propor políticas ambientais.
A criação do conselho só trará benefícios a Antonina, que, finalmente, poderá adotar uma política socioambiental, voltada não só para a preservação ambiental, como também previnir maiores problemas, como os que aconteceu durante as chuvas de março 2011.

Paulo do B disse...

Após 3,5 anos de mandato, as obras começaram a aparecer, certo? Certo. Pois no primeiro ano de governo, o chefe do executivo trabalha com o orçamento do prefeito anterior e paga também as suas contas, certo? A Lei de Responsabilidade Fiscal, esta presente para fazer cumprir o contrato.

Por que só em final de mandato é que as obras aparecem. Recursos não mas se encontram no estado e sim no âmbito federal, e o chefe do executivo tem que ir em busca do mesmo, e o recurso não vâm da noite para o dia, algum deputado federal ou senador têm que por no orçamento da União, depois têm que fazer projetos e os mesmos serem aprovados, depois têm que ser liberado pela Casa Civil da Presidência da República. Quanto tempo os internautas acham que demora todo esse processo?

Agora o que falta em Antonina é uma oposição séria; realista; combativa; partidos bem estruturados - não provisórias, que os caciques de Curitiba mandam -; respeitosa...Vejamos o caso do PT.

Lula e o PT foram oposição por mais de 20 anos. No Congresso brasileiro, a bancada petista votou sistematicamente contra quase todos os projetos apreciados, como o de criação do Plano Real, a Lei de Responsabilidade Fiscal e mesmo a Constituição de 1988. Os adversários discordavam, mas sempre respeitaram a posição dos petistas.
São os ditadores que gostam de governar sem oposição. A História dá alguns exemplos de autocratas que mandaram para exílio, fuzilaram ou condenaram ao silêncio aqueles que se opuseram, mantiveram o comportamento crítico ou mesmo não apoiaram efusivamente.
A oposição, papel exercido com vigor pelo PT, entre 1980 e 2002, faz o contraponto, fiscaliza, oferece novas perspectivas e mostra quais devem ser os limites do governo (na hora de aumentar impostos, por exemplo). A oposição no Congresso, atualmente exercida por José Agripino, é o que garante, a qualquer cidadão, o direito de manifestar livremente suas opiniões sobre aqueles que o governam.

A oposição é a garantia da democracia. E não se enganem, é preciso ter muita coragem para fazer oposição aos erros de um governo com alta popularidade. A maioria prefere abaixar a cabeça. Poucos se arriscam para apontar os equívocos, mostrar imperfeições e sugerir outras possibilidades, se for o caso.

O atual chefe do executivo em Antonina, já foi escrachado, diversas vezes anônimos nos blogues fizeram ilações de 'desvio' de caráter da sua administração, fofocaram a sua vida pessoal etc e tal, mas até o momento eu não soube que o mesmo levou a barras da justiça algum blogueiro e tem uns que pegam pesado. Canduca sem em essência ser democrata e não ditadorzinho de plantão com os outros do passado. Aproveitem!!!!

Voltem ao passado e vejam quantos blogueiros, comentarista personalizados ou não foram responder no Fórum ações por difamação, calunia... ou em delegacia para responder IP.

O cavalo passou encilhado e não foi montado pelos partidos que querem fazer "oposição". O que fazem também igual as obras de 3,5 anos, só fazem oposição ao governo atual de 3,5 anos, como agora querem ter representatividade(votos)? para ganhar o poder e mudar aquilo que acham errado dessa administração?

Pensem nisso políticos de oposição, não continuem a brincar de "casinha", fazer política é uma ação e uma atitude de ocupar espaços e uma via de mão dupla.

Anônimo disse...

Uma coisa é verdade: o atual Alcaide realmente faz 'ouvidos moucos' para as críticas. Muito democrático isso.

Mas vejam também que os blogues e seus comentaristas 'pegaram a mancada' e pararam de INDIVIDUALIZAR e NOMINAR pessoas, o que INVIABILIZA qualquer iniciativa perante o "Homem de capa preta", por ausência de "tipicidade estrita".....

Não tem geito de se promover uma ação penal, porque o sujeito tá espinafrando o verbo contra a...."PREFEITURA".... a rigor a prefeitura não passa de um prédio inerte: areia, cal, cimento, tijolo, madeira.....PODE XINGAR A PREFEITURA QUANTO QUISER....

a "DONA INCRENCA", como diria uma capelista mineira que eu conheço, é o que acontece dentro do prédio.......

É isso:- como diz o capira, é "bater na cangalha do pro burro entender...." os blogueiros e seus assinantes entenderam isso.... Pega, tenta pegar, pra ver se consegue....
E olhe, tem caso aqui qui eu sei, que tem o reverso da medalha:- DAVA PRA PROMOVER AÇÃO POR DANO MORAL CONTRA O AUTOR DA AÇÃO PENAL POR INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU CALÚNIA..... QUE O SAFADO SÓ FEZ ISSO PRA ASSUSTAR.....
V=A=G=A-B=U=N=D=O=S !!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Paulo do B...co do saco muxo:- FALE ISSO PRO PT que tem representação na CV !!!!!!!!! Olhe que a carapuça cabe direitinho, não não, direitinho não que o PT não quer nada do lado DIREITO. A carapuça cabe perfeita no esquerdinho.
Ou, como diria meu grande amigo pernambucano:- "... é do lado troncho memo"""!!!!

Anônimo disse...

Estou positivamente impressionado com os "progressos" deste bloguista!!!

Gostei quando, lá em cima, Ele disse que ".... porque eles são a tropa de choque daqueles que preferem ver o povo de Antonina de joelhos, de cabeça baixa, para que não vejam que são as raposas que cuidam do galinheiro"

Não é que tem uma abscôndita "verve" nas veias de nosso fleugmático amigo, que, por vezes, aflora à superfície ???????

Parabéns, Jekiti, tanto quanto J.Xto no templo, faz bem pra tua credibilidade,de vez em quando "mostrar as unhas" da revolta contra a hipocrisia política de paira neste pequeno reino de sombras, sombras desonestas de homens pseudo onestos.... (aqui no reino, a honestidade não tem 'h'... alguém roubou a integridade da virtude grafológica)

Anônimo disse...

Como é o P. Executivo que tem os meios e os equipamentos, edita o decreto pra trocar em miudos a lei, de modo que os servidores públicos tenham uma orientação segura de como concretizar a lei.

Anônimo disse...

Como dito aí por cima, seria recomendável que se formasse, no corpo de servidores efetivos da prefeitura, verdadeira CULTURA ECOLÓGICA, pois entra prefeito, sai prefeito, entra comissionado, sai comissionado, Eles, os efetivos sempre permanecem.

CASSANDRA & VIVANDEIRA disse...

Paulinho do B - Paulinho do B
Tú não se emenda mesmo rapais. Só um conselho quanto mais você defende esta famigerada administração mais você está expondo o seu preferido ao ridículo. Paulinho do B - Paulinho do B, quando os blogueiros de Antonina fazem oposição a esta administração fazem baseados em fatos concretos. Eles postam em seus blogues fotos que podem comprovar tal abandono ao município, podem ser vistas em suas matérias em forma de súplica ao senhor prefeito, que por quase quatro anos à frente de uma gestão não teve a ousadia ou cuidado, de se quer pedir a sua equipe de funcionários competentes, para pelo menos limparem a cidade, tirar os matos que durante toda a gestão foi a marca registrada deste seu prefeito, o mato por todas as partes.
Já não sendo o cumulo do abandono tudo isso! Os vários apelos por toda a população de Antonina nas redes sociais em relação aos lixos pelas ruas, ruas emburacadas, ruas enlameadas, secretários sem vontade alguma de trabalhar, uma zorra total. Paulinho do B - Paulinho do B você não sabe o que lhe espera pela frente vem traulitada em cima do seu preferido. Tú vais ter que se virar nos 30. Twitter, facebok, Orkut e blogues você sozinho não vai dar conta do recado não na defesa. Uma boa noite fofuxo.

Amigos do Jekiti disse...

Paulo do B, embora não concorde com algumas questões, ei de convir que, na essência, vc foi muito eloquente.
A prática de fazer obras em final de mandato, encaro mais como estratégia política eleitoral, do que algo nefasto. Aqui em Curitiba, o prefeito está fazendo isso. Tem calçada que ele já alinhou umas 10 vezes.
Acho injusto colocar nas costas da administração atual todas as mazelas. Os problemas de Antonina remontam de várias décadas, devido a falta de políticas que garantam trabalho e emprego com melhor renda, via investimento em educação técnica. Para isso é preciso que uma admnistração se preocupe com um projeto de cidade Antonina.
É bom lembrar que Antonina vem padecendo há muitos anos, pela simples razão que o político é o espelho do seu eleitor.

Cidadão Antoninense Indignado disse...

Editor, como vc escreveu no seu último paragráfo quero discordar em parte, não devemos generalizar, agora se analisarmos esse comentário:


"Paulinho do B - Paulinho do B você não sabe o que lhe espera pela frente vem traulitada em cima do seu preferido. Tú vais ter que se virar nos 30. Twitter, facebok, Orkut e blogues você sozinho não vai dar conta do recado não na defesa. Uma boa noite fofuxo."

A velha política dos "mesmos" vai começar, as cartas apócrifas, as carta anônimas, a destruição de reputações, a fofoca denuncista, quem comeu quem, quem foi corno, quem não foi, quem se elege financiando adictos, quem esta milionário roubando o erário...e por aí vai, mas são tão covardes em destruir a reputação dos nossos políticos que nada provam. São os mesmos que frequentam farmácias, rodoviária, reuniões em escritório de contabilidade, de tanto o povo de Antonina os conhecer, deveriam usar crachá, como o nome e os dizeres " SICRANO - DESTRUIDOR DE REPUTAÇÃO".

Voltando ao meu primeiro paragráfo. Como pessoas próbas, do bem, que querem participar da nossa vida política atuando, fiscalizando, se candidatando a um cargo eletivo ou até apoiando um candidato, se filiando a partidos políticos, participando dos conselhos... enfim fazendo o controle social. Fogem de toda e qualquer atividade política, pois não querem ver as suas vidas particulares expostas por esses assassinos da reputação alheia. E, então esses fdp pautam a sociedade de Antonina.

O que a sociedade de Antonina deve fazer é denunciar ao Ministério Público Eleitoral de Antonina, esses elementos conhecidos, e se por acaso continuarem a fazer esse tipo de ação, que os poderes constituídos os enquadrassem severamente nas leis.

Editor, só assim; punindo severamente esses elementos que são nocivos a nossa sociedade, é que conseguiremos dar um encaminhamento a um novo contexto na participação política do cidadão(a) antoninense.

Muitos dizem, eu tenho vontade de participar de um processo eletivo, mas se a minha vida particular cair na boca de alguns destes vagabundos e posso fazer uma besteira por isso me afasto. Esse cidadão que me confidenciou essa situação, esta correto, por que expor a vida sua e dos seus familiares? Então esses fdps tem o poder, e não conseguimos fazer uma renovação pontual em novas lideranças política de Antonina.

ISSO É O EFEITO DE DEIXAR ESSA CORJA DE FDP FAZEREM ESSE TIPO DE AÇÃO TEMERÁRIA, HÁ ANOS EM ANTONINA. EDITOR ESSES ASSASSINOS DE REPUTAÇÕES SERVEM A QUEM?

Amigos do Jekiti disse...

Meu caro indignado, concordo com vc em relação a essa gente que tenta desmontar reputações.
Tanto que não permiti alguns comentários que julguei inapropriados.
Tento manter este blog dentro de certos princípios, porém, como acredito na liberdade de expressão permito, mesmo no anonimato, a participação ampla daqueles que preferem não se identificar.
Mas fique tranquilo que este blog não servirá de hospedagem para essa ralé que quer, usar de uma espaço democrático, o meio para conseguir seus objetivos políticos, através de injúrias e difamações contra quem quer que seja.
Para finalizer, só permiti a publicação do comentário do Paulo do B, porque nele, a meu ver, não havia uma tentativa explícita de denegrinir a imagem de alguém.
abraço

Anônimo disse...

Sr. Editor

Deixe-me colocar farinha neste pirão.

1- Analisando os comentários não reparei em hipótese alguma menções referente aos apócrifos.

2- Acho que, quando um cidadão comum entra para a vida pública deve-se fazer uma retrospectiva de sua trajetória e mesmo assim, se a sua vida for ilibada, ele deve seguir neste mesmo caminho, não se desvie por tantas oportunidades, não estou falando aqui em corrupção. Mas sim de sua vida particular.

3- Acho muito engraçado, essas mesmas pessoas que estão provando o revés da moeda hoje, foram mesmas pessoas que jogaram pedras no telhado da Munira e do Kleber ontem. Eles são os primeiros a fomentar a fofoca na cidade.

4- Eu fico pelas esquinas, sou aposentado e este direito me permite, fico a observar os meus colegas, como eles se transformam em época de eleição.

5- Converso sempre quando eu posso com um blogueiro muito conhecido, ele me confidenciou que sabe quem são todos os que escrevem com falsos pseudônimos , na verdade são poucos, três no máximo com várias faces invisíveis.Ele sabe quem é o Paulo do B, Ioná Guimarães, Curioso do Banco do Pau Murcho, Guardião do Portinho e tantos outros que assombram as redes sociais antoninense, são pessoas conhecidas da sociedade e que não pensam em Antonina, pensam somente neles mesmo e em seus pares.

6- Olha seu editor, digo isso de coração, este ano quero ver como vai ficar a situação aqui em Antonina, se voltar os mesmo, pego a minha família e me mando daqui, a política aqui chega a me dar ânsia de vomitar, deve ser por isso que eu e outras pessoas de bem não se envolvem. Os nossos políticos são muito fracos.

Obrigado Sr. Editor.

Hermenegildo Zenga disse...

A oposição de Antonina é só trololó, não equisiste - Padre Quevedo - estão ***à toa.


***ANDA À TOA:
Toa é a corda com que uma embarcação reboca a outra. Um navio que está à toa é o que não tem leme nem rumo, indo para onde o navio que o reboca determinar.

Reginaldo Gouvea disse...

Para capinar ruas, tapar buracos, trocar uma lâmpadas queimadas, fazer uma reforma em uma praça central, não precisamos esperar 3,5anos.

Eu só queria entender porque o Paulo do B tem tanta raiva dos Blogs, a sua ficticidade só existe porque um Blog te dá essa oportunidade, Paulo do B porque os Blogs te encomoda tanto?

Ioná Guimarães disse...

Luizinho de Rosi, eu não gosto de entrar nesse teu blogue, pois tem pessoas - Paulo Cequinel - muito malcriada. Mas esse é um assunto interessante e vou dar a minha opinião se você me permitir.

Conselhos e a participação popular

Mesmo de certa forma relegados, os conselhos são o espaço ideal para discutir uma gama de assuntos, representando “uma conquista inegável do ponto de vista da construção de uma institucionalidade democrática”, afirma a doutora em Ciências Sociais Luciana Tatagiba, no artigo “Conselhos Gestores de Políticas Públicas e democracia participativa: aprofundando o debate”. No relatório, o próprio TCE admite a importância da ferramenta na redemocratização brasileira, transformando-se em “pontes entre a população e o governo, no qual o poder é partilhado entre os representantes do governo e da sociedade”.

Apesar da reconhecida importância, uma das explicações para compreender o cenário de falta de participação é o desconhecimento de seus objetivos. “O povo só é chamado a participar da administração pública a cada quatro anos, nas eleições. Os conselhos incentivam a comunidade a também se responsabilizar pelas políticas públicas”, afirma a advogada Priscilla Placha Sá, professora da UFPR e da PUCPR, e representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Paraná, no Conselho Estadual de Segurança Pública (Conesp). “Mais importante do que fiscalizar, os conselhos funcionam como instrumento de construção da política”, argumenta Luciana Medeiros Senra, coordenadora da Secretaria do Conselho das Cidades, do governo federal.

Só o amadurecimento da po pulação vai aumentar a procura popular pela ferramenta de controle. Vice-presidente do TCE e responsável pelo relatório, o conselheiro Fernando Augusto Mello Guimarães observa a falta de vontade política dos três lados: executivo, legislativo e sociedade. “Há necessidade de renovar os mecanismos de escuta da sociedade, com prestações de contas mais qualificadas e realização de audiências públicas”, avalia. Guimarães, por outro lado, considera a sociedade responsável por sua baixa participação nos conselhos. “Há muita passividade nesse sentido. Cobra-se a participação efetiva, mas age-se muito pouco”, diz.

Outra das razões atribuídas pela falta de interesse é a pouca divulgação das ações do conselho. Nos assuntos do cotidiano – setores como educação, saúde e mobilidade urbana, por exemplo –, há uma participação popular mais intensa, especialmente nas cidades. “No município, além de se conhecerem, as pessoas acabam se envolvendo mais. No âmbito estadual, as coisas ficam mais pulverizadas pela falta de comunicação entre todos os setores”, analisa Gui marães. Para o conselheiro nacional e estadual das Cidades e estadual dos Direitos da Pessoa com deficiência, José Aparecido leite, não há interesse do próprio governo em divulgar a ação dos conselhos. “Quando desperta o interesse da população, ela vai em peso”, diz.

Além da mobilização, os conselhos precisam de estabilidade para atuarem com independência. Enquanto alguns são criados por meio de leis federais ou estaduais, outros funcionam apenas por meio de decretos assinados pelos governadores, fazendo com que se tornem reféns das decisões do governo.

Amigos do Jekiti disse...

Ioná...rs
Muito apropriada a sua colocação. O conselho é uma ferramenta importante para não só dar subsídios à administração, como fiscalizá-la.
Vc disse bem quando incluiu a sociedade em conjunto com o executivo e legislativo. Nossa sociedade precisa ser mais participativa para que não só cobre, como indique caminhos.
abraço do filho de Rosi

Amigos do Jekiti disse...

Reginaldo,
Luther Kink tem uma frase genial:
"Para criar inimigos não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa".

Sonia Nascimento disse...

Meu caro Luiz,
reproduzo abaixo a Resolução do PT Antonina, encaminhada à Câmara de Vereadores no dia 08 p.p.:
O Partido dos Trabalhadores, após avaliar o Parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara Municipal de Antonina que decidiu pela não procedência do anteprojeto de lei referente à criação do Conselho Municipal de Meio Ambiente apresentado pela nossa vereadora Margarete do Nascimento Pacheco, considera que:
1. a lei 40 de 08/12/1999 que criou o Fundo de Desenvolvimento e Conservação Ambiental não contempla a criação de um conselho Municipal de Meio Ambiente, pois somente cria uma comissão gestora deste fundo;
2. o anteprojeto de lei proposto pela Vereadora Margarete está em consonância com as diretrizes do Sistema Nacional de Meio Ambiente;
3. o município de Antonina está inserido em uma área de Preservação Ambiental e o referido conselho é fundamental para promover esta relação entre desenvolvimento municipal e preservação ambiental.
Neste sentido, resolve:
Empreender todos os esforços para dar continuidade a este processo legislativo, discutindo e constituindo coletivamente com a Câmara Municipal e a sociedade uma proposta de consenso a fim de aprovar a criação deste importantíssimo conselho municipal.
Antonina, 08 de maio de 2012
Luiz Antonio de Souza
Presidente.

Grata pelo espaço que puder nos dar para divulgação desta resolução.

PAULO R. CEQUINEL disse...

Jaulo Goberto Hequinel, proprietário, guru e sex-symbol do blog O Ornitorrinco, muito antes de Martin Luther King, já havia proclamado que "para criar anônimos "valentões" não é necessário declarar guerra, basta viver em Antonina".
Esta raça de covardes, digo eu, Paulo Roberto Cequinel, RG 847.060-0, não vale o modesto cocozão que largo em minha privada todos os dias pela manhã.
E vamos a mais um teste do robô: Trymo Iespouni não seria aquele notável vendedor de churrasco grego estabelecido pertinho da Sé de Curitiba?

Anônimo disse...

Vs. gostam de 'masturbação mental' - montando esse 'conselho' Vs. vão conseguir que os prefeitos sejam 'mui obedientes a eles'.... Isso é baboseira, pois o dito conselho estaria sob a regência do poder executivo. (do legislativo é que não pode ser) - os conselheiros, portanto, vão ser todos "cachorrinhos de orelha baixa" e abanarem o rabo ao primeiro assobio do prefeito.

E vem o PT com cara de madalena arrependida botar o texto acima (sonia), quando não passa de um partido de merda que nunca abriu a boca contra as agressões ao meio ambiente aqui no reino. Pelo contrário, ajudou até a ESTUPRAR o próprio plano diretor.... Voces do PT, menos ainda que os outros partidos, não têm moral pra falar em preservação do meio ambiente. Caras de pau!!! Vs. do PT são prosti.... de rodoviária:- vão pra onde o vento leva, ou melhor, pra onde o cheiro de dinheiro leva....são feitos da mesma merda que os outros partidos, não adianta dourar o excremento com hipocrisias
..............

Anônimo disse...

O Debate esquentou. Tem muita gente que não gosta de transparência. Não gosta de luz. Este blog está colocando a gestão municipal em xeque. Este blog está bombando. A audiência está crescendo e obrigando o executivo e legislativo a colocarem suas tropas de choque em ação. É a democracia participativa avançando. Através da internet. Logo tomará as ruas. É um caminho sem volta. Hoje, com a web, os paradigmas são outros. A cobrança por eficiência e por eficácia é muito maior. Não adianta mais ficar somente na retórica. O pensamento único acabou.

Pseudônimo da Silva Júnior disse...

Editor,

o aposentado acima, também é frequentador e participa nas reuniões do "ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE 'O SACO DAS MALDADES'" Rsrsrsrsrsrsrsrsrr.

Anônimo disse...

Parece que estão dando muita ênfase ao fato de o conselho estar apto a receber "fundos" do Governo Federal.
Uma coisa é certa: se isso for verdade, não vai haver um 'caixa' municipal em separado para essas verbas; além disso, quem vai dar a última palavra para a destinação desse dinheiro, vai ser o Chefe do Poder Executivo. Conselho só aconselha: não manda. Então, o sr. Prefeito poderá usar o dinheiro onde bem entender. E quem quiser, se tiver saco e coragem, que prove o desvio de finalidade e denuncie perante o TCE e o MP....

Uma pergunta aos mestres da matéria:- o governo federal propicia essas 'cobiçadas' verbas, tão só e unicamente ante a existência do conselho??? Pra que a verba e qual a condicionalidade de sua aplicação???

Uma pergunta aos mestres da matéria:- Esse conselho não poderia ser uma entidade civil, desvinculada dos caciques da prefeitura???
Nesse caso, aí sim poderia funcionar, pois não teria 'rabo preso' com o Poder Executivo Municipal.

Neste caso, teria 'geito' de o PT "tomar conta da garrafa', que, sob a batuta da Prefeitura, só se o PT for lá o 'cacique do pedaço'

Pelo geito, Vs. estão armando mais uma "cama" para os futuros prefeitos deitarem, que dinheiro sempre é bom...

Anônimo disse...

Um bom exemplo do que vale esse conselho, pode ser encontrado dentro da própria prefeitura:- Pra que é que serve a SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE??? Sua utilidade é um "grande mistério"
Por acaso essa secretaria, tempos atrás, não andou nas mãos do PT, época em que houveram fatos pouco explicados sobre a colheita ilegal de palmito jussara????

Amigos do Jekiti disse...

Os anônimos são o consciente coletivo de uma sociedade que deprecia valores e princípios, destrói reputações e serve de massa de manobra para os verdadeiros canibais da democracia continuarem revestidos pela pele do cordeiro.
Tá uma boa postagem. Agurdem!

Anônimo disse...

Jakiti, pare Você também de falar bobagem. Sem os anônimos isto aqui ia virar reza pra boi dormir.

Anônimo disse...

num tem mistério nenhum na secretaria do meio ambiente. é cabide de emprego, ou emprego só de cabide pra pindurar o paletó. e o dono do paletó? POIS SEJA.....

Anônimo disse...

Voceis a favor do tal do conselho, não fazem distinção entre cidade grande e cidade pequena.

Nas cidades grandes, o Sr. Prefeito não tem condição de tomar conhecimento de tudo o que se passa no Município. Então, as suas secretarias têm relativa autonomia de atuação, dentro de orientações pre estabelecidas em conversa com o 'mandachuva' eleito pelo voto.

Nas cidades pequenas é tudo diferente. O PREFEITO ESTABELECE TUDO E QUER MANDAR ATÉ NA COR DO RABO DO CAVALO BRANCO DE NAPOLEÃO!!!

Anônimo disse...

tem + emprego de cabide na prefeitura:- a secreta da industria e comércio.
industria não abre aqui.
comercio, só abre revendedor de kachaça.

Sonia Nascimento disse...

A constituição de 1988 criou os conselhos para implementar a participação popular na gestão pública. Por isso a paridade dos conselhos: metade do executivo e metade da sociedade civil organizada. Sem a constituição dos conselhos as verbas para as políticas públicas não vem. O executivo deve incentivar a criação dos conselhos, para que os municípios sejam contemplados. Cabe à sociedade civil organizada, representada nos conselhos, fiscalizar a aplicação das verbas. As denúncias de malversações do dinheiro público podem cassar um prefeito. Os conselhos promovem a participação e o comprometimento do povo nos destinos do município. Na maioria dos conselhos não há pagamento aos membros, trata-se de trabalho voluntário da sociedade. Só o Conselho Tutelar é remunerado, porque a dedicação é exclusiva. As experiências em muitas cidades do país mostram o bom trabalho dos conselhos, promovendo a ação social. O grande problema é quando o executivo cria conselhos fantasmas, com cartas marcadas, colocadas para satisfazer a lei. Cabe à população comparecer às conferências, marcar posição, fiscalizar as eleições d@s conselheir@s e a atuação dos eleitos. Democracia dá trabalho. É mais fácil cobrar quando a gente participa.

Anônimo disse...

Vs. do PT falam de política, igualzinho ao padre, quando fala do catecismo.
é uma conversinha de palavras marcadas.
quando a oportunidade de atuar aparece, vs. são fisiologistas e safadinhos como todos os outros partidos.
só que os outros não são hipócritas. Nao escondem a venalidade, ambição e a sacanagem atrás de palavreado de 'jargonês' esquerdista... Se K. Max fosse vivo, seria o primeiro a meter a mão na orelha de Vs., seus estelionatários ideológicos!!!

Porque é que só agora é que o PT está se "lembrando" dessas coisas?
Nas duas últimas adm. mun. tinha secretário que era do PT e parece que a coisa 'fedeu'.
O que é que os gajos (as) faziam, além de coçar?????
Naquela época, essa conversinha mansa e bonita estava só em "gestação"??????

Vs. também querem é "mamar", pois tudo se resume em receber "verbas" tai em cima a manifestação de vs.

Vs. são orgulhosos demais pra reconhecer que são feitos do mesmo barro e são filhos de adão e eva e do pecado original, ou seja, tem a natureza RUIM como qualquer outro mortal.
Digamos a favor de Vs. que a ética, a moralidade, a probidade pelo menos já entrou na "conversa oficial do partido" daqueles membros que ainda não subiram no poleiro..... que os que experimentaram o "gostinho" do poder e de ganhar dinheiro na manha e na preguiça, as atitudes são o oposto da conversa; tudo é muito outra... Bom, pelo menos já é alguma coisa.... No meio de tanta hipocrisia, tem, sim "algum gato pingado" que já melhorou o próprio espírito e fala com sinceridade, até no exercício do poder. Aqui no reino estou esperando pra ver, que até agora não vi..... até agora só vi vs. "babando ovo" por quem ganhou o poder...

Curioso do Banco do Pau Murcho disse...

(...) Cabe à população comparecer às conferências, marcar posição, fiscalizar as eleições d@s conselheir@s e a atuação dos eleitos. Democracia dá trabalho. É mais fácil cobrar quando a gente participa.

Editor, olhe a grafia das palavras 'das conselheiras' da Senhora PC, a Sõnia. Não ofendeu a reputação de pessoas?, nesse caso nem ilação foi feita, usou o simbolo @ "arrouba" que conotou acusação de roubo, em eleições de conselhos em Antonina.

Editor, derrubou a sua tese de que os anônimos e pseudônimos entram no blog só para destruir reputações, generalizou, pois temos anônimos e pseudônimos que entram nos blogues com sensatez e responsabilidade. Será que entre eles não estará surgindo um Fernando Pessoa? Por que será que o grande poeta português usava pseudônimo?

O que causa-me revolta é que a moral de vcs é desigual, são falsos moralistas.

Eu entrei sim no seu blogue questionando o valor de uma obra 'intelectual' e não a honestidade ou desonestidade do autor da obra. E os esbirros do autor, fizerem o mesmo jogo que a Revista Veja faz com o JN da Globo - guardem as devidas proporções - como diz vc: "entendeu ou quer que eu desenhe". Tão entendido que vc é Editor, que não entendeu que eu estava tratando de "VALORAÇÃO" de uma obra intelectual ou não, quase o mesmo caso de inexigibilidade nas licitações.

Passem bem vcs e todos os blogueiros falsos moralistas, e como alguém já escreveu nesse blogue:

"QUEM NASCE AOS SEUS, NÃO DEGENERÁ"

Anônimo disse...

só tô querendo entender:-
1- o barco tá vertendo água, o PT pula fora.
2- o "cumpanhero" que tava no polero, devia sair de lá, né?
3- mas não. o "cumpanero" saiu é do partido e continuou no polero.
4- essa é a convicção política e ideológica dos petistas.... (mais vale a grana no final do mes...)

Reginaldo Gouvea disse...

Jekiti, não era para você responder, era para o Paulo do B.

Anônimo disse...

Hoje, a ética e a honestidade se chama: PARTIDO VERDE. (não sei até quando....)

Paulo do B disse...

Ao

Reginaldo "Azevedo" Gouvêa.

?????? precisa??????? ??????c? ??????????, ? ????p?? ?? ?? estudar?????? ????c?. ??? ?p??p?????c? ? 8666-93?????? ??c?? ????x? ??c?? Maria vai com as outras???????? ???, ??? ?? x???? ???c??????? c??? ? ?p?????? ??p?????? ?c???????? ? ?????p???? ??c???????. ????? ?????? c??c??c??????? ????? ????x? ? ?? ?p???c??? ?????????????x x?????. tá perdido???????, ??? ?????? ???? ????? ?p????? ? ?c????????, ????? c?????? ????????? ? ??????? ??????????? cp???.

????? ??p?? ?? manipulado?????????? ???? – c???? ??????p??? ????p??? ??? ???????????? ???? ? nervalx ?????. ?inconsequente?????????? c 1947 ???? ??????c??? ??p??? caranguejo de perna quebrada, ????? ??p?? Serra e o PV ??????? ????????c? ?? ?p???x ??????????x ????p?????.
??p?? Puxa saco ? Bó?????c??? ????px??c???? Lula ?p????c?? ?? ?c?x ????? ??p?????c?????. ??? ???frequenta???????? ????? ??o???? ?p????c?? ? ???p??c?? ????pv??c?? ??p?????? SACO?????, c???? x?p?DAS??? ?maldades???????c?? ? ?c??p???? ? comissionado????????????? x?????c??? c?????c??.

?????????? ?????x c?p?? ????p??? ????? ?? ??p??? Jeff ?? ?c????????c? ????????? ?p????????????? c?????p??? ??x???? (Tarso Genro, Guido Mantega, Protogenes, Dilminha,), ??c?????? ?? ????????c? ?p???cx????? ????c???? ? p??????p????? bobinho???????? ?????.

Anônimo disse...

Jekiti, V. sempre teve a "faca e o queijo na mão".

a)- Antes, com publicação livre, que V. poderia suprimir quando bem entendesse.
b)- Agora, com publicação controlada, V. veicula só se quiser.

c)- conclusão:- mesmo discordando de idéias de alguns anônimos, V. deu aval às publicações. De algum modo o que Eles escreveram serviu a seus propósitos de blogueiro.

d) Está em tempo de alterar esse método, suprimindo comentários que estão publicados e censurando outros que se enquadrem na sua "vergastagem" que ora reproduzo:


"... Os anônimos são o consciente coletivo de uma sociedade que deprecia valores e princípios, destrói reputações e serve de massa de manobra para os verdadeiros canibais da democracia continuarem revestidos pela pele do cordeiro.
Tá uma boa postagem. Agurdem!

V. tem a chave na mão:- se Você não quiser, os anônimos não falam. É só não publicar. Se falam é porque confiam na confidencialidade do sistema que V. mesmo criou.

(ou será que o teu blog seria uma grandississima de uma arapuca?)

Amigos do Jekiti disse...

Ao anônimo 19:23
Não sei, meu caro, se sou um ingênuo ou um idealista que olha a sociedade através da jenela esquerda da casa.
Se meu blog é uma arapuca ou não, realmente não sei, só sei que não estou aqui usando este espaço para fazer joguinhos políticos ou me utilizar de subterfúgios para defender ou atacar A ou B.
Sou um profundo admirador do PT, do governo Lula e da Dilma, por diversas razões que vc, pelas minhas postagens, deve deduzir.
Respeito, e muito, o PT de Antonina, pois sei da honetidade com que tratam as questões sociais de Antonina, bem como, a estratégia republicana de querer chegar a poder.
O PT tem seus equívocos, sim, como qualquer partido Dilma, e jamais vou renegar esse legado por oportunismo ou fisiologismo.
Portanto, meu caro, não a estratégias, nem arapucas da minha parte, e aqui, como a intenção é a livre pensar, que cada um pague o ônus ou usufrua o bônus de suas posições e escolhas.
abraço

Sacho e Vanzetti disse...

O anônimo das 19:23, tem cheiro da rua ermelino de leão, que na continuação passando pelo lado da igreja de são benedito da na rua vicente machado onde esta localizado o "Saco das Maldades" Hum...hum...humm!!!!!!

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento