"Monocrômica, anacrônica, atraente, arcaica Antonina, não amo-te ao meio, amo-te à maneira inteira."
Edson Negromonte.



sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

CARTAS DE MAMÃE

Antonina, 07 de Janeiro de 2011.

Meu filhinho,

Acabo de chegar dos funerais da minha querida amiga – que Deus a tenha – Lily Monteiro de Carvalho Marinho. A comitiva guaropiracabana foi comandada pelo ilustríssimo senhor João Gabriel “de todos os Santos”, mui digno Comendador da Sapolãndia e renomado médico sanitarista de nossa cidade. Também formaram a comitiva da cerimônia fúnebre, Sir James “the Black Face” Madison , emérito professor-doutor e prêmio Nobel de ciência, por sua experiência em transformar a nossa garapa em absinto guarapirocabano. O fato desagradável aconteceu com seu pai, o Barão de Antonina, que ficou nu no jantar oferecido pela família Marinho, depois que diluiu num copo d'água alguns papelotes de cocaína, imaginando que era sal de fruta Eno.
Well, my little son, de volta à terrinha, deparo-me com a questão portuária. Você sabe, meu tesouro, que seu pai e eu somos a favor de transformar o terminal Barão de Tefé em Iate Club, pois não temos mais espaço para atracar nossos inúmeros iates em nossa marina. Sei também que é de seu conhecimento que isso se tornou impossível desde a chegada da família real, época em que a cândida e augusta senhora e mui digna Baronesa do Juquiri, muito conhecida na capitania como Maria, a louca, numa síncope nervosa resolveu desapropriar nosso então Iate Club Barão de Tefé e dá-lo ao seu irmão, o Conde D’ Eu “tudo errado”. Revoltados com a tramóia, seu pai e eu apoiamos o excelentíssimo senhor Beto Richa para governador-geral da capitania hereditária, com a condição de obrigar Maria Teresa Dar Nosso Porto a Vilson Nogueira... Bons tempos aqueles!
Entretanto, mais uma vez fomos traídos e a nossa tão desejada marina foi dada ao Alferes Gabriel Maron de Lara, deixando, inclusive, nossos provincianos a ver navios (sem trocadilhos).
Para concluir essa minha carta, quero deixar bem claro a você, meu filhinho, que estou disposto a pegar todas as minhas baixelas de prata e fazer um barulhaço contra o descaso do atual governador-geral para com a nossa província. Mas a minha intenção também é nobre, afinal de contas como essa gente, cujas maõs estão na radiorafia escrotal de Beto Richa, vai ficar?
Sem mais para o momento, mamãe se despede, afirmando todo amor e apreço pelo seu filhinho do coração.

Ass: Baronesa de Antonina.

6 comentários:

Sandra Botelho disse...

Vê bem a futilidade dos nossos governantes desde aqueles tempos, mais preocupados com seu umbigo que com o povo.
Bjos achocolatados

Anônimo disse...

essa gente vai ficar assim mesmo, com as mãos vazias.
antoninense é otário, votou no serra e no richa e agora vai continuar a ver navios

Anônimo disse...

ei Luis, a Lulucah tá cada dia mais linda e sexy
LUIZ SOGRÃO

Bruno

Amigos do Jekiti disse...

É linda e sexy pq puxou ao pai!!

Amigos do Jekiti disse...

Ah! Sogrão é o caralho!

Anônimo disse...

hehehe
Luis sogrão

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento