"Monocrômica, anacrônica, atraente, arcaica Antonina, não amo-te ao meio, amo-te à maneira inteira."
Edson Negromonte.



sábado, 28 de julho de 2012

OS LOBOS DA ESTEPE

É fato que a coligação é uma prática política-eleitoral determinante para que um grupo alcance seus objetivos. Essa condição, quase irrevogável da vida política, prova o quanto esse espírito gregário gera ganhos eleitorais, pois amplia seus tentáculos e facilita a exploração da imagem dos seus candidatos. Embora tudo esteja dentro de uma aparente normalidade, não podemos deixar de apontar que há aspectos negativos e o principal é a perda da identidade do partido, da sua base histórica e dos seus anseios. Naturalmente tudo é diluído em benefício de uma fugaz necessidade pelo poder, devido a uma exigência contratual que muitas vezes subverte princípios e valores e torna quem tem compromisso com causas nobres refém dos interesses do grupo.
Logicamente o fator determinante é o interesse comum ao grupo, mas a existência de “inimigos externos” é imperativa para que o grupo conquiste a vitória a qualquer preço. No entanto o mais interessante não está quando o vencedor conquista as batatas e sim quando o grupo vive seu tempo paz. Todo aquele espírito comunitário durante o processo da luta se transforma numa guerra interna e os instintos brutais, que outrora os unia, voltam-se contra si próprios.
Essa minha colocação não é difícil de entender e vislumbrar, pois a nossa política tem exemplos contumazes de que os grupos, ora unidos pela vitória, se desmantelam como castelos de cartas, depois que chegam ao poder. Para tornar a trama mais concreta me reporto aos episódios desagregadores que ocorreram no núcleo da administração Canduca, no qual os interesses políticos e pessoais prevaleceram, em detrimento de uma causa maior que lhes garantissem o equilíbrio para superar a crise. É vidente que as lutas internas levaram seus protagonistas a uma atitude mais individualistas, porque o que estava em jogo não era o bem comum e sim a necessidade que cada um tinha de prosseguir seus projetos políticos e individuais. Entretanto, como na política se faz necessário ter um espírito agregador, os protagonistas da crise reconstituíram-se politicamente e partiram para uma nova coligação.
Essa peculiaridade só vem provar o quanto a política, na sua forma mais superficial, é destituída de convicção coletiva para o bem comum, pois o que interessa é a vaidade pela liturgia do cargo e as possibilidades que o poder traz para seus interesses pessoais.
Como de fato isso tudo é um comportamento muito peculiar nessas coligações, me parece que a visão macro dos partidos exclui ou desconsiderada, a princípio, a maneira pela qual cada um atuou e atua na política e também, se eleitos, como vão atuar quando o poder for dividido. Naturalmente tudo pode ser explicado pela dissipação dessa cultural política do matar e morrer, tanto que, para alcançarem seus objetivos, oportunamente, pegam do outro o que lhes interessa e fazem dele o trampolim para as suas ascensões políticas.
Outro exemplo bem típico está no próprio grupo, cujo objetivo é se desvencilhar do estigma Canduca, mas ao mesmo tempo quer creditar para si seus aspectos positivos. A prova irrefutável está no uso do novo hospital, em que o grupo credita para si o feito, dando a nítida impressão que Canduca é um rei débil, senil e merecedor do exílio de si próprio, inclusive das realizações do seu governo. Por outro lado, se usarmos a baixa popularidade de Canduca como parâmetro, chegaremos a conclusão que seu fraco desempenho deve-se também à sua equipe, mas, como todo mundo sabe, os que hoje se apropriam dos créditos não querem assumir seus débitos. Mas como na política o que conta é o oportunismo, a coligação tenta passar à opinião pública que o que há de bom na administração atual foi ela quem fez e o que há de ruim fica a cargo de Canduca.
Se o que afirmei acima não foi uma atitude proveniente da baixa política, só posso crer que as relações humanas realmente são como Tomas Hobbes definiu há quatro séculos que “o homem é o lobo do homem”. Essa máxima hobbeniana nos incita a crer que a política é o habitat, a estepe, desses lobos materialistas, ungidos por uma lógica que reduz a moral aos caprichos da paixão desenfreada pelo poder, e prova o quanto a vaidade é cega e que o matar ou morrer é o afloramento do seu estado mais primitivo.
O que torna tudo isso difícil de digerir é que eles se utilizam desses elementos para justificar que a ética política é uma coisa e a moral é outra, e assim obrigar o povo a decidir entre o poço e o pêndulo. Esse canibalismo político usualmente utilizado para justificar os meios pelos quais seus interesses políticos serão alcançados, não só nos leva ao esquecimento das verdadeiras raízes civilizatórias, como também nos impõe o conceito de todos contra todos e que o homem não passa de um animal irracional quando o assunto é política. Não obstante, ainda se sustentam sobre os pilares da moralidade e da realização, utilizando-se de meios demagógicos, para que acreditemos que a política não exige reciprocidade.
A minha sensação é que toda essa manipulação gerada pelo “todos contra todos” está sustentada pelo medo e pela suspeita de que não alcançarão seus objetivos políticos se não forem antropofágicos na campanha, porque, de antemão, já sabem que um dia eles serão os lobos de si mesmos.

76 comentários:

CELSO WISTUBA disse...

Luis ,
Na campanha que concorri a vereador em 2008 obtive apoio de um amigo e cliente meu a mais de 15 anos, o Gerson ,que por acaso é assessor do deputado Alexandre Curi e possui alguns laços de família aqui em Antonina.
Canduca na época PPS , na sua peregrinação em busca de apoio para a sua campanha , segundo o Gerson, esteve no gabinete do Alexandre ,lá por setembro de 2008 e não foi “nem recebido”por esse parlamentar. Todos sabem da richa (pessoal mesmo) de Requião, então governador, e Rubens Bueno PPS. Os dois já chegaram a se tramar no tapa, e esse foi o motivo na minha opinião,de Canduca não ser recebido pelo Alexandre que, como todos sabem,é cria de Requião.
Passada a eleição eu fui a Curitiba agradecer o Gerson e resolvi insistir na questão do apoio do Deputado, já que Canduca precisaria de uma abertura no governo estadual para poder, no mínimo, respirar no início do seu mandato. Novamente a resposta foi negativa já que segundo o Deputado a sua estrutura não permitia abrir mais uma base política, principalmente no litoral, onde historicamente ele[ Alexandre Curi ]não tinha votos.
Na eleição de 2006 havia feito 32 votos em Antonina, mas no Paraná foi o mais votado com 132 mil votos.
Pedi para o Gerson continuar tentando e após uns quinze dias recebi um telefonema me autorizando levar Canduca para uma audiência com o Alexandre.
Ali, no cantinho da churrasqueira, na casa do seu Haroldo Cezar,informei Canduca da agenda e ele ficou extremamente feliz,já que naquele momento não sabia como iria chegar no Requião.
Essa agenda aconteceu e está registrada no Bacucu com Farinha no dia, me parece, 18 de novembro de 2008, em um comentário que fiz sobre essa encontro.

O deputado Alexandre Curi agendou posteriormente um encontro de Canduca “na casa” do Requião e dali surgiu o projeto de se fazer um novo hospital em Antonina. A reunião Canduca/Alexandre Curi/Requião , está também registrada no blog Mais Antonina.
Toda essa retrospectiva é para explanar de onde surgiu o apoio do Requião para a construção do novo Hospital que hoje se deslumbra em nossa cidade.
Zé Paulo encampou a situação e com muita competência, abraçou o projeto, o fazendo se tornar realidade.
Quando você fala em “equipe”. Eu tenho uma tese; O Prefeito delega poderes para várias equipes,para várias secretarias.Umas conseguem mostrar resultados de trabalho e outras não.
Na sua opinião ,dentro de um governo, a equipe que é competente e mostra “resultados”tem que pagar pela equipe incompetente,aquela equipe que é principalmente formada por parentes do prefeito?
Exemplo ; A Secretaria de Assistência Social um dos maiores orçamentos da prefeitura ;Qual foi o legado desta Secretaria nesses quatro anos? Como é do conhecimento de todos essa “equipe”,em praticamente 4 anos, não conseguiu sequer remover meia dúzia de indigentes da praça Feira Mar.
A secretaria de obras; todos constataram a maneira de como essa “equipe” trabalhou e trabalha nesses 4 anos. Vão fazer um conserto aqui ou ali ,abrem um buraco que perdura por 30,40,dias e quando concluem o serviço o resultado não fica a contento.Depois de 3 anos e oito meses ,agora que conseguiram concluir “uma calçada” na feira Mar.

Lembra da lombada na frente do Jequiti? Tiveram que fazer e refazer “3 vezes”.Pois é! E daí?

Na sua opinião; Quem está trabalhando e apresentando resultados efetivos deve jogar tudo pra cima e abandonar um grande projeto iniciado, só porque a outra “equipe” não consegue dar conta do recado?

CELSO WISTUBA disse...

Luis ,

Essa é a continuação do 1º comentário que talvez não tenha entrado pelo número de caracteres.

Zé Paulo como muitos querem dizer e é lógico, a motivação aí é eleitoreira, “não é continuísmo”, Zé Paulo “nunca teve mandato”, Zé Paulo teve lhe “delegada” uma tarefa que foi cumprida com competência. Descompatibilizou – se da prefeitura por que assim a lei determina.
A pergunta que deve ser feita é a seguinte. Por que o Prefeito não reestruturou essas Secretarias (equipes) que só estavam, no popular, queimando o seu filme?
Dentro de uma estrutura de trabalho, quem deve decidir sobre qual equipe está apresentando resultados ou não, é o mandatário maior, nesse caso o Prefeito.

Canduca teve méritos sim na construção do Hospital e ninguém nunca contestou isso.
E dois são os motivos; ele entendeu ser imperativo se aliar com um parlamentar de grande transito dentro do governo estadual e que lhe deu a condição da obra, e soube posteriormente delegar a um Secretário competente, a execução e acompanhamento desta tarefa.

Já no caso de outras Secretarias ,creio que o termo “débil” usado por você quanto ao prefeito, se encaixa perfeitamente na maneira que este agiu em relação ao mau desempenho das outras “equipes”.
É só comparar o trabalho das Equipes (secretarias) nesses quase 4 anos e o legado que cada uma deixou.

Fortunato disse...

Sobre Mentira e Mentirosos

Mentira tem perna curta,
Papo furado de que há mentiroso bem intencionado.
Ele sempre tirará alguma vantagem para si,
E normalmente esta se faz em prejuízo aos outros.
Mentir é querer ser mais do que se é.
É imaginar que se está no meio de tolos.
É desrespeitar a inteligência alheia,
Pensando que meia dúzia de palavras doces,
É suficiente para fazer os demais de abobados.
Mentir pode ser descaradamente,
Ou pode se utilizar algum artifício,
Mas se o mentiroso soubesse o quanto ele é ridículo,
Ele pensaria duas vezes antes de achar-se.
Não ficaria a perturbar os outros,
Pois que a verdadeira conquista sempre tem mérito,
E não burla as regras apenas para aparecer de forma indevida.
O problema é que a mentira é endêmica,
Desconstrói ambientes ao produzir outras mentiras.
Pode achar que não se sabe a quem contribui,
Mas o mentiroso acha que é para ele.
Pobre infeliz, pensando-se ser o mágico,
Será sempre o palhaço sem graça.
Afinal ele não faz humor,
Apenas quer ser mais que os outros.
Há biografias admiráveis construídas por dignidade.
Outras onde o único leitor será o próprio autor.
Mas enfim, temos algo a agradecer ao mentiroso,
Ele sempre haverá de testar a nossa tolerância,
E se a gente pensar bem é digno até de compaixão,
Pois é um infeliz consigo,
Que precisa recriar-se,
E não se basta,
E quer o olhar dos outros,
Infelizmente não pela conquista,
Mas ludibriando, enganando.
Nunca terá amigos,
Quando muito compartilhará interesses.
Mas neste mundo de espertos,
Terá a grande ilusão de enganar a todos.
E então a compaixão será insuficiente,
Pois por tamanho ridículo,
Só se restará o penalizar
De quem conseguir perceber
O quanto foi incauto.
E o desprezo dos que um dia
Imaginaram ser digno de respeito.

Gilberto Brandão Marcon
08/03/2012

Antonio disse...

Celso Wistuba é o "Cabo Anselmo" da campanha do Zé Paulo.

Amigos do Jekiti disse...

Tutuca, em primeiro lugar, quero elogiá-lo por se comprometer com o debate. Isso prova que vc tem espírito público.
Mas deixando os confetes e rococós de lado, vos digo que as suas colocações afirmam o que meu texto expressa, ou seja, as administrações se desmoronam como cartelos de cartas, porque o que está em jogo não é o bem comum e sim o interesse individual ou de um grupo. Digo isso, porque vc ao participar de uma adminitração deve saber que o comprometimento e o comportamento ético são fundamentais para a unidade do grupo e o bem político daquele que lhe depositou a confiança. Se uma parte da equipe falha a outra falha também - é como numa corrida 4 por 4, em que um dos atletas é respndabilizado pela derrota da equipe por deixar o cair o bastão no chão.
Canduca como lider tem que delegar competência e cobrar resultados, sim, mas como a administração é uma rede colegiada, ou seja, interligada, todos fazem parte do processo, da mesma engrenagem, e se uma falhar é a administração ou seu líder que paga. O que sinto, infelizmente, é que vc e seus marujos quando perceberam que o Titanic ia afundar, trataram de embarcar nos botes salva vidas, como se os demais marinheiros e o camandante Canduca fossem os únicos culpados pelo choque com iceberg.
Isso, para mim, é oportunismo.
Para finalizar, digo a vc, Tutuca, que agora está claro que para vc os aspetos positivos são do seu grupo e os negativos ficam a cargo de Canduca, amigos e parentes.
É sempre assim: a culpa é dos outros ou melhor: Vcs são as vítimas de uma péssima administração da qual fizeram parte.
um abraço

CELSO WISTUBA disse...

Respeito o seu posicionamento mas não concordo. Não que isso vá mudar a sua teórica opinião,mas continuo afirmando,na prática cada secretaria tem a sua atribuição e nenhum secretário vai ter ingerência sobre a área de outro.É assim que realmente funciona.

Uma corrida quatro por quatro não é um exemplo que se encaixe no contexto até porque nessa situação tudo se decide em uma questão de minutos.

Em uma gestão de 4 anos se tem o tempo necessário para no mínimo de 6 em 6 meses fazer uma análise do andamento da gestão e mudar o que for necessário.Isso nunca foi feito por quem de direito.

Só para seu conhecimento. Mesmo contribuindo para a gestão desde 2008.Só fui convidado a participar desta , depois de 2 anos e nove meses,onde fiquei de julho de 2011 a dezembro do mesmo ano,portanto "5 meses".
Admiro a sua tentativa de defender de todas as maneiras o Prefeito mas creio que o mundo não funciona só com teorias e sim com iniciativas.

Quanto ao filósofo de plantão o que tenho a dizer é que se faz necessário sair do mundo "do faz de conta" e participar efetivamente das coisas de nossa cidade.

Um abraço a todos.

Amigos do Jekiti disse...

Tutuca, como disse antes, admiro sua postura democrática em ir para o debate, mas não posso concordar com essa visão de que uma parte da equipe faz tudo certo e a outra faz tudo errado. Supondo que a ética política seja diferente da moral, até poderia aceitar sua colocação como verdade, mas, a meu ver, os grupos, antes de se distenderem, precisam adotar o comportamento ético de salvar a administração que lhes deu o legado e a oportunidade para implantar suas políticas, pq o que está em jogo, acima de tudo, não é o interesse individual ou do seu grupo e sim o bem comum.
Sua colocação sobre a defesa irrestrita a Canduca não se configura como fato, pois o blog segue uma linha de conduta, a qual é opinar e debater de acordo com a minha impressão pessoal dos fatos aqui expostos. Tanto isso é verdade, que muitas vezes Canduca sofreu críticas severas por conta da sua atuação a frente do Plano Diretor.
Mas voltando a vaca fria, não posso deixar de expor que as suas colocações só vem provar que a estepe canduquiana era autofágica e por uma questão de perpetuação da estirpe alguns homens se tornaram lobos dos outros homens e, isso, a meu ver corrobora com o que escrevi na postagem.
Embora tudo isso seja a representação de uma verdade, tbm não posso deixar de respeitá-lo e admirá-lo pela sua postura democrática em nos mostrar, como o "monstro" foi concebido nas entranhas da administração que vc e seu grupo faziam parte e elogiá-lo, mais uma vez, pela coragem e a hombridade de nos mostrar o "ovo da serpente".
um abraço

Anônimo disse...

Pois zé... agora em ano eleitoral todos os 135 candidatos se dizem preparados e capazes para serem nomeados vereadores,todos sabem e tem as soluçoes p os problemas da citi,e prometem trabalho e dedicação aos seus eleitores,que maravilha ,se todos fossem iguais a vc ,que maravilha seria ,viver ( Vinicios de Moraes)

Anônimo disse...

Gostei de saber que você permitirá comentários anônimos, Luiz.

Agora a coisa vai pegar fogo...

Anônimo disse...

Mudando de saco p mala ,qdo cheguei em Antonina em 1984, as pessoas chamavam o local de JEQUITIBÁ,estou certo ou errado ? Horácio ctba

Anônimo disse...

Parabens ,luiz por vc tomar essa decisão,as vezes os comentarios sao mais interesantes que o texto o assunto a materia em questão...

Anônimo disse...

algo cheira muito mal na política antoninense.
sou do principio do caráter fez com os outros, vai fazer comigo
confiança é tudo.

Fortunato disse...

CUIDADO!


Teoria é quando se sabe tudo e nada funciona. Prática é quando tudo funciona e ninguém sabe o porquê. Cuidado para que em sua vida não se conjuguem teoria e prática: nada funciona e ninguém sabe porque.

Anônimo disse...

Uma das sabedorias antigas dos mineiros ensina que, na política, não existem gestos gratuitos. Todos têm consequência.

Anônimo disse...

Os blogs estavam ficando monótonos demais sem os anônimos, anônimos esses que sempre contribuiram com boa dose na dinâmica dos debates necessários aos interesses do reino.

.......................

Jekiti, nenhum candidato a prefeito abraçou a idéia da FACULDADE DE ARTES aqui pra Antonina. Não sei se é preguiça, cabeças pequenas ou descrença em uma idéia um pouco mais arrojada para os padrões dos políticos daqui....
Precisava acabar esse "complexo de inferioridade" de que não vale a pena tentar..... o que outros municípios conseguem.... Nada cai do céu. Principalmente uma coisa dessas.

Anônimo disse...

ATENÇÃO:- tem candidato a vereador pagando coisas e mais coisas para eleitor.... não fala que é a troco de voto, mas.... tá na cara que é....principalmente quando se sabe que o sujeito é 'mão de vaca' em outras eras do ano...

Anônimo disse...

Está muito claro o que aconteceu com o atual Prefeito. Os candidatos à reeleição de vereança de sua corte de apoio, 'sentiram' a possibilidade de o partido, mesmo coligado, não ter quorum de votos suficientes para garantir lugar praqueles que se consideram os 'maiores'... por isso é que migraram para o 'trem da alegria'....
Jogo de mesquinhesas. Os interesses de Antonina estiveram em último lugar, se é que foram lembrados. (no final das contas, a impressão que fica é que agiram sob ... 'o medo de ficarem desempregados'....)

Anônimo disse...

Luiz,
Acompanho seu blog desde o início e acho que você tem uma maneira brilhante de focar a realidade antoninense.

Concordo quando você diz que Canduca merecia uma nova chance - deixo claro que eu não votaria nele, mas ele tinha sim o direito a candidatura - e o povo decidiria pela continuidade ou não do seu governo. Isso é democracia!

Rasteiras, golpes e trairagem, além de escancarar o caráter dos envolvidos, é chamar o povo de burro e me lembra a ditadura.

Ditadura e engodo, como no golpe militar de 64 que, com seus ratos de esgoto, enganava o povo dizendo que foram "obrigados a tomar o poder" para o bem do povo.
E a história se repete...

abraços

CELSO WISTUBA disse...

Fortunato,

Para mim,Teoria é sentar-se a beira de um quiosque,divagar sobre a realidade e resolver, entre um café e outro,ou, um cigarro e outro,todos os problemas do mundo.

Já Prática, é deixar de lado muitas vezes o seu trabalho e a sua família e tentar melhorar a nossa cidade de alguma maneira,errando ou acertando,mas tentando.Mesmo sabendo que nunca será reconhecido pelo seu esforço.

Vejo que voces entre cobras e ovos,entre lobos e estepes já deram os seus veredictos quanto a essa polêmica questão.

Tudo isso me lembra muito a peça de teatro do escritor italiano Luigi Pirandello, escrita em 1917 e definida por ele mesmo como uma "farsa filosófica". A obra trata o tema da verdade, o contraste entre realidade e aparência, entre verdadeiro e falso. Pirandello põe em cheque a ideia de uma realidade objetiva que possa ser interpretada de modo unívoco através dos instrumentos da racionalidade.

O nome da péça é;

Assim é se lhes pareçe."
Abraços.

Anônimo disse...

A fachada do novo hospital é uma verdadeira "agressão" ao aspecto histórico-paisagístico do lugar em que foi construído, sobremodo devido à sua proximidade com a ESTAÇÃO DE TREM, e à capelinha do Saivá logo atrás, edifícios tombados pelo IPHAN. Se fosse hoje, seria necessário licença daquele órgão, que é certeza, não admitiria nos arredores da estação ferroviária, um edifício de aspecto tão esdrúxulo ao étimo histórico de nossa terra.
Na época, houve quem comentasse, mas.... os políticos e candidatos que hoje se dizem pais da obra, não deram a mínima para a ANTONINA HISTÓRICA. Melhor, a Antonina "pogressista", como se edifício novo fosse decisivo para a eficiência da medicina....

Vejam o primor que ficou o hospital de Morretes após rigorosa reforma..... Com muito menos dinheiro, era o que podiam ter feito aqui.....

Anônimo disse...

Os oportunistas se juntaram, isto é fato!

Você ainda vai defender o PT, Luis?

Acho que a turma do PT deu um tiro no próprio pé com esta coligação, como vc mesmo diz: escatológica!

Parece piada, mas não é.

Anônimo disse...

A cada novo edifício público, Antonina se desfigura um pouco mais:

1- O mercado municipal se tornou um verdadeiro 'cancro' na paisagem colonial de nossa terra;
2 - A estação rodoviária, sem nenhuma estética arquitetônica, é verdadeiro tugúrio de 'entra e sai de gente'
3- Agora, o hospital.... 'moderno' pra caipira do interior... uma decepção pra quem vem aqui sentir a 'alma colonial do Paraná e do Brasil'....
.........
A iniciativa particular ajuda:-
1 - O prédio do Banco Itaú
2- O prédio do Banco do Brasil
3 - O prédio da Caixa.
Não custava quase nada esses tres bancos darem o exemplo de colaboração, conferindo a seus edificios o aspecto histórico que Antonina tanto precisa conservar....

(só tá faltando algum tresloucado achar que o prédio da prefeitura precisa ser modernizado....) - (ah, mesqueci. Agora não dá mais para isso. O IPHAN iria vetar....GRAÇAS A DEUS!!!!!)

Anônimo disse...

Parece que teve gente da política que andou distribuindo cesta básica no período pre eleitoral.... Podia? Ou já era propaganda eleitoral antecipada????

Anônimo disse...

Cara, num to entendendo nada!
O povo que fala que vai dar uma nova cara pra Antonina não é o mesmo que estava no poder até o mes passado? - Não é a mesma equipe que deixou o hospital com uma enorme fartura?
Fartava tudo! - Fartava médido
fartava curativo - fartava medicamento - fartava curativo

Levei minha filha pra fazer uma inalação no ano passado e só tinha o aparelho e resto também fartava.
Tive que comprara o aparelho e os medicamentos pra fazer a inalação em casa! - Realmente eram muito competentes promovendo a fartura.

Anônimo disse...

Nota-se que o PT é composto por duas facções:- intelectuais cultos e esclarecidos que são lembrados somente quando o partido precisa mostrar credenciais e os "práticos" que dominam e dão ao partido a triste figura que também se vê caracterizada aqui no reino....

Anônimo disse...

ANTONINA, CAPITAL DA MÚSICA!!!!

(candidatos, o que é que Vs. estão fazendo ou pretendem fazer pra que nossa terra cada vez mais consolide esse slogan????) - RESPONDAM SE FOREM CAPAZES!!! (isto é um desafio: RESPONDAM!!!)

MD. TUCUNDUVA disse...

Ato Falho de Tutuca

Alguns erros, como o marido que acidentalmente troca o nome da própria esposa pelo da amante, parecem representar casos relativamente claros de atos falhos ou deslizes freudianos. Noutros casos, erros triviais ou bizarros na aparência podem encerrar um significado mais profundo se analisados.

Os atos falhos não são limitados ao discurso oral ou a desejos sexuais reprimidos, podendo afetar até mesmo o pensamento, que se vê prejudicada por fixações do inconsciente.

Sigmund Freud descreveu o fenômeno denominando-o em língua alemã Fehlleistung (em português a tradução é ato falhado (português europeu) ou ato falho (português brasileiro); em inglês usa-se a expressão Freudian slip) em seu livro de 1901, chamado Sobre a psicopatologia do cotidiano.

Inconscientemente, isto é, através do ato falho o desejo do inconsciente é realizado. Isto explica o fato de que nenhum gesto, pensamento ou palavra acontece acidentalmente. Os atos falhos são diferentes do erro comum.

Freud evidenciou que o ato falho era como sintoma, constituição de compromisso entre o intuito consciente da pessoa e o reprimido.

Resumindo, Tutuca ficou melindrado por um poema postado pelo Fortunato, que o reprimiu no seu inconsciente e em seqüência ofendeu(ato falho) o Fortunato em sua formação de acadêmia, chamando-o de "filósofo de plantão", mas o absurdo é que o poema postado não estava se referindo a ele(Tutuca), e sim ao texto Luiz Henrique. Então como disse o Editor, e Tutuca confirmou, com ersse seu ato falho que foram os Lobos da Estepe que botaram o ovo da serpente e agora, como a opinião pública não aceita traição de maneira nenhuma e o seu candidato a prefeito esta pontuado na opinião pública como "rabo de cavalo" - que cresce para baixo -, resta-me fazer a seguinte pergunta aos leitores desse abissal cognitivo e sinapsiano blogue; Tutuca fala em nome da coligação, em nome do seu partido, em nome do seu vereador em que ele é assessor ou em seu próprio como cidadão?


MD. Tucunduva

Psicológo,Terapeuta de Regressão e Revisionistada 'Verdades' que escrevem nos blogues.

Anônimo disse...

sou eleitor petista e estou indignado com os caminhos deliberados pela cúpula petista antoninense.
vou anular meu voto

Fortunato disse...

Recado, contextualizando um comentário.

"Aquele que não quer ver o que é elevado num ser humano olha com tanto maior acuidade para o que é nele baixo e superficial - e com isso denuncia a si mesmo." (Friedrich Nietzsche)

Eu traduzo Pirandello assim; AS APARÊNCIAS NÃO ENGANAM, VC É QUE SE ENGANA COM ELAS.

Partindo desse meu pressuposto, em não pegar aforismos fora de contexto explico:
Há, em Pirandello, uma atualidade impressionante – a ideia de que a verdade muda conforme a pessoa que vê é uma prévia do que temos hoje, quando temos todos os nossos passos seguidos por câmeras de segurança. Cada uma nos mostra de um ângulo, desvenda nossos gestos, delata possíveis agressões... O mundo está cada vez mais “pirandelliano”, ou seja, o da imposibilidade de existir uma visão única da realidade, e como todos os homens são obrigados a assumir papéis diversos na vida, acabam perdendo a identidade e a própria essência.

Luigi Pirandello nasceu na Sicília em 1867 e morreu em Roma em 1936. É considerado um dos mais importantes escritores do século XX e precursor do teatro do absurdo, que seria desenvolvido nos anos 1950. Foi membro do Partido Fascista e participou ativamente da vida cultural italiana sob o domínio de Benito Mussolini, embora se recusasse a transmitir em suas obras qualquer mensagem relativa à sua posição política. E, nem por ele se fascista que vamos desconstruir a sua obra como dramaturgo. Como ele foi o precursor do teatro do absurdo: foi um movimento teatral desenvolvido por dramaturgos europeus e norte-americanos, entre as décadas de 1950 e 1960, a partir da visão existencialista de que a situação humana é essencialmente absurda e sem propósito. Apesar de não ser um movimento artístico formal e articulado, o Teatro do Absurdo constituiu-se em praticamente um gênero da dramaturgia mundial por conta de textos que tinham em comum uma visão pessimista da luta inglória dos homens para encontrar um propósito para suas vidas e controlar seus destinos. Os principais autores do Teatro do Absurdo foram Samuel Beckett, Eugène Ionesco, Jean Genet, Arthur Adamov e Harold Pinter. Nas obras desses dramaturgos, a humanidade é vista como sem esperanças, perplexa, confusa e ansiosa, a linguagem é cheia de nonsense e o comportamento dos personagens é geralmente ridículo e sem propósito. Em uma das mais famosas peças do gênero, "Esperando Godot", de Samuel Beckett, publicada em 1952, o enredo é praticamente eliminado e a sensação de um eterno tempo circular emerge a partir da atuação de dois personagens que sem nada para fazer ficam esperando um tal de Godot, que não sabem quem é, nem por que o estão esperando. Aí fica a pergunta, quem é Godot que Antonina sempre espera?
--
Αφθονία

Amigos do Jekiti disse...

1 - Alguns me questionaram se vou continuar defendendo o PT. Digo que vou sempre respeitar o partido, mais do que qualquer outro, pela simples razão que o PT tem uma forte identidade com os movimentos sociais, além de ser um partido que segue, como ninguém, um conteúdo programático que me atrai, haja vista, os sucessos das políticas públicas do governo Lula e Dilma. Mas isso não se configura como subserviência e cegueira, porque quando não concerdei com sua postura, fiz questão de dize-la. O que escrevi sobre o PT está no blog para todo mundo ler.
O que faltou para o PT foi convicção para se arriscar no pleito, porque tinha o apoio importante de alguns "caciques", mas como preferiu outro caminho, me coube fazer a crítica.
Mas que fique bem claro: O PT tem o meu respeito.
2 - Gostei da analogia que algu´m fez com o regime militar... muito legal!
3 - Antonina, capital da música, tbm faltou no programa dos 4 candidatos... isso é muito ruim.
4 - Não permiti muitas postagens por fazer ilações contra a honra das pessoas, detalhes: todas elas concordavam cm o meu texto.
5 - Abri para os anônimos pq considero que se o voto é secreto, a opinião tbm deve ser, pq em Antonina têm muits pessoas que querem se manisfestar mas temem perseguição e perda de oportunidades, infelizmente!
6 - depois eu volto e colaborem para um ebate limpo e responsável!
7 - depois eu volto!

Pr. Teodoro disse...

OS DONOS DE ANTONINA??????

A profissionalização política esmagou o sentido de vocação pública, hoje os quem tem o poder são aqueles que fazem da política um grande negócio. Os três poderes na sua maioria são colaboradores das falcatruas que eles mesmos fazem, eles se defendem e se retroalimentam na corrupção, são os donos do país, são os donos dos estados e são os donos das cidades, são temidos, ninguém ousa enfrenta-los, muito os veem como imbatíveis, muitos vivem das migalhas que eles propositalmente deixam cair das suas fartas mesas, muitos os invejam, muitos os admiram. Os donos da cidade controlam tudo, nada pode passar despercebido dos seus olhos, a ganância que os possuem os leva a oprimir qualquer pessoa, eles desapropriam terras, usam de informações privilegiadas para fazer grandes negócios, aumentam os impostos, ignoram as necessidades do povo, perseguem quem não concorda com eles, compram partidos políticos, jogam sujo o tempo todo e não admitem perder o poder. A sociopatia deles é tão intensa que qualquer pensamento contrário é logo sufocado, entre eles há brigas, aliás, falsas brigas, eles fingem que são adversários para iludir a população, fingem que pensam diferente, fingem que processam uns aos outros, fingem que são ideologicamente contrários,
tudo fingimento, eles são amigos e sócios que se dão muito bem, cada um ganha dentro da hierarquia aquilo que eles acham que devem ganhar, é lógico que rola sempre inveja, ciúme, admiração, mas nada disso é capaz de mudar alguma coisa, todos eles sem exceção são amantes do dinheiro, são idólatras, vibram quando recebem uma propina, comemoram quando conseguem roubar o dinheiro público, se acham mafiosos italianos cercados de puxa-sacos e prostitutas nas suas lanchas compradas com
o nosso dinheiro. Só existe uma maneira de encerrar esse ciclo dos donos da cidade, a união dos que foram vilipendiados, surrupiados, roubados por eles, a união da sociedade civil, o compromisso do povo com a ética pública, o sentimento de indignação com essa roubalheira diante dos nossos próprios olhos. Basta! Chega! A passividade não pode mais dominar a nossa sociedade, vamos enfrenta-los, vamos encara-los, vamos deixar uma sociedade digna para os nossos filhos e netos, vamos deixar o exemplo de que num determinado momento da história um povo se levantou com coragem, sabedoria e determinação e mudou a terrível realidade na qual eles viviam. A hora é essa!!! A Deus toda a glória!!!

Antonio disse...

O BARALHO DA POLÍTICA DE ANTONINA

"Rico acompanha procissão, o pobre persegue o santo."
(Autor Desconhecido)


Quando eu tinha treze anos, meu saudoso pai se aproximou de mim e disse: nunca jogue baralho valendo dinheiro, porque quando vale dinheiro o jogo é sujo, é cheio de artimanhas para tentar vencer de qualquer maneira, disse ele: eu joguei assim por um longo período da minha vida, quando você nasceu eu decidi nunca mais jogar não queria que você tivesse um pai que para ganhar dinheiro trabalhava sujo, enganava os outros, trapaceava.

Essa conversa-conselho aconteceu há trinta e dois anos e nunca saiu da minha mente. Eu lembrei dela essa semana e fiz uma comparação com o que está acontecendo na política aqui de Antonina. Os políticos da cidade com raríssimas exceções tornaram-se profissionais, eles não fazem política por vocação, não fazem política pensando nos outros, não fazem política fundamentada no serviço ao próximo, não fazem política que possa verdadeiramente estabelecer o direito, não, eles viram na política um campo fértil para generosas colheitas financeiras, tornaram-se jogadores que jogam por dinheiro, e aí o que se vê nos bastidores são ações perversas de jogadores que não respeitam nenhuma regra do jogo, são jogadores que jogam sujo para vencer de qualquer maneira, esses viciados no poder tornaram-se jogadores perigosos, o dinheiro tornou-se o deus de suas vidas, eles debocham da população, zombam do povo e acham que compram todo mundo.

Como podemos acabar com esse jogo sujo feito sempre as escondidas, feito sempre sem a presença da sociedade, feito sempre na calada da noite? Encarando-os sem medo, convocando-os para uma disputa limpa com a presença do povo, expondo a face dessa sujeira que está escondida há anos, propondo um novo caminho político, transparente, ético, pautado no serviço e nas prestações de contas junto á sociedade, incentivando a entrada de pessoas capazes e honestas para a vida pública, pregando uma renovação política sem precedentes na história do município, conscientizando a população sobre o que de fato acontece na vida pública.

Antonina está gritando por uma renovação política, o jogo sujo da compra de voto, do empreguismo, do assalto aos bolsos dos empresários, das propinas dadas as escondidas como “cala-boca”, está com os seus dias contados, ninguém agüenta mais a “cara de pau” de certos políticos que enriquecem no poder e ainda tem a desfaçatez de fazer discursos ideológicos, a sociedade está mudando, o povo saberá dar a resposta esse ano nas urnas, tenho absoluta convicção que esse jogo-sujo está com os seus dias contados.

Antonio Bento

Henrique Dias disse...

Luiz você deveria ter chamado o post de LOBOS, SUCURIS, JACARÉS, ORANGOTANGOS E HIENAS.

Amigos do Jekiti disse...

Concordo plenamente com o comentário sobre o desfiguração dos imóveis antigos de Antonina.

Amigos do Jekiti disse...

Assim, amigo, Henrique, Antonina viraria a Arca de Noé!

Henrique Dias disse...

Antonina está mais para o Planeta dos Macacos.
Quanto aos imóveis desfigurados, já na década de 70 eu era um crítico dessa atividade. A começar pelas residências com fachadas desfiguradas com a colocação de platibandas. Veja-se que já faz muito tempo que o poder público de Antonina não tem um código que regulamente a matéria, se o tem não aplica.
Por que não reconstruir os pórticos que ficavam quase em frente ao antigo hospital, na av. Thiago Peixoto. Verdade que a cidade cresceu, mas deve haver um outro lugar para reconstruí-los. Alguém deve ter fotos.

Anônimo disse...

Desde quando a construção de um hospital qualifica alguém para comandar a prefeitura?

O que temos que analisar é como este hospital e a saúde foram administrados nos últimos anos!!
E posso dar meu depoimento que foi muito ruim, sempre que precisei tive que recorrer a Paranaguá ou Curitiba.
A saúde em Antonina é deficitária em todos os sentidos, não atende as mínimas necessidades da população e continuará sendo ruim e mal administrada num prédio novo e esteticamente horrível.

Anônimo disse...

Eu sei quem é que andou distribuindo cestas básicas..... Está bem pertinho de nós.... Pode falar???? Hummm não pode que dá o maior bode. Os candidatos concorrentes a vereador que vigiem esses malandrinhos da política e que botem eles no pau. PERDEM O REGISTRO, embora .. acreditem na impunidade, pois são os "macacos velhos da política".... tá na hora de caírem do galho....

Anônimo disse...

ANTONINA, CAPITAL DA MÚSICA!!!!

Nenhum candidato abriu a boca. Vai ser necessário "ressucitar um GRANDE HOMEM", aquele que, apesar dos políticos, fez o que tem de melhor na cultura desta cidade.

Políticos anões ($$$$), miscuins sem nenhum ideal.

em tempo:- só um candidato demonstrou algum interesse pela idéia:- Foi o Bacucu.

Anônimo disse...

Tutuca, "porque non te callas".

Anônimo disse...

E o PT heim, Luiz Henrique?????? agarrou-se no rabo da cobra! QUE VERGONHAAAAAAAA!!!!!

Anônimo disse...

Espero que o próximo prefeito bote na cadeia os cortadores de árvore da prefeitura

Anônimo disse...

ENQUANTO ISSO, MÔNICA AVANÇA RUMO À VITÓRIA. BURROS PAREM COM ISSO. SE QUEREM OUTRO CANDIDATO VÃO À LUTA.

Amigos do Jekiti disse...

Henrique, tempos atrás escrevi sobre a situação caótica do nosso patrimônio histórico. Concordo com vc em relação a resconstituição das antigas fachadas e portal.
Fotos tem aos montes!
Turismo e cultura poderiam iniciar um projeto.

Anônimo disse...

Leiam o blog de OSSAMI SAKAMORI. Ali vs. terão oportunidade de ver a economia petista pelo reverso da medalha....

Anônimo disse...

Mônica? Zé? Outros? - Por enquanto, tudo não passa de torcida do corinthias.

Anônimo disse...

Canduca pagou pela ingenuidade e pela teimosia pois foi avisado.
avisado muitas veses!!!!!!

Henrique Dias disse...

Prezado Luiz Henrique, concordo em gênero e número ( frase tão batida [sic]).
As cidades assim como as pessoas possuem sua vocação. Veja o caso de Morretes, achou a sua. Antonina tem de encontrar a sua vocação, que com certeza não é o porto. Acredito que é por ai ( turismo e cultura ). O patrimônio histórico tem que ser preservado, citei o portal porque é óbvio. Curitiba tem vários, Joinville, até S. José dos Pinhais tem um portal na av. das Torres. Tem de haver incentivo fiscal para quem preservar a fachada de seus prédios( casas) antigos ( isto existe no mundo inteiro ) e vai por ai a fora.

Anônimo disse...

TUTUQUINHA PERDEU O ÚLTIMO FIO DE CREDIBILIDDADE QUE LHE RESTAVA. É UMA VERGONHA O SEU BLOGUE ACGORA ACHAR QUE O CANDUCA FOI OMISSO. AGORA TUTUQUINHA. QUE TIRO NO PÉ QUE VC E SEU VEREADOR DERAM EM. O QUE CREDENCIA O SEU CANDIDATO A SER PREFEITO DE ANTONINA. UMA OBRA QUE NÃO FOI TOTALMENTE FIANALIZADA E UM CAPS QUE DIGASSE DE PASSAGEM OS MERITOS SÃO DIVIDIDOS.VC TUTUQUINHA SEJA CINCERO CONSIGO MESMO NÃO ACHA MUITO POUCO? MEU VOTO VOCÊS NÃO TEM.VOTO NULO MAIS NAO VOTO NA TUA TURMA. MAIS NEM A PAL JUVENAL. O SLOGAN DO SEU CANDIDATO SÓ DEVE SER PIADA. VCS ADORAM ACHAR QUE SOMOS OTARIO EM.COMO DIZIA ROMARIO. TUTUCA VC CALADO É UM POETA.

Anônimo disse...

A ingenuidade de Canduca não justifica a falta de caráter das cobras, ou acreditamos que "a ocasião faz o ladrão"?

Caráter e lealdade são principios que a pessoa tem em qualquer situação... e as cobras demonstraram que não tem!

Joaocasto disse...

Anônimo disse...
ENQUANTO ISSO, MÔNICA AVANÇA RUMO À VITÓRIA. BURROS PAREM COM ISSO. SE QUEREM OUTRO CANDIDATO VÃO À LUTA.

Rumo á vitória? No TRE-PR? Ou na eleição?

Anônimo disse...

Caro Luiz,

A leitura da ampla explicação do Tutuca me deu a certeza do golpe. Parece que tenta demonstrar que a rasteira foi para libertar o povo do Canduca. Ora, isso teria que ser decidido nas urnas, pelo povo, e não por um grupo, ligado a ele, que se aproveitou de circunstâncias (escusas)para abocanhar a chance de tomar o seu lugar.
Lamentável.

abraços e parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Ficou dificil votar. O voto prático e útil seria votando-se:- ou no "trem da alegria" ou... em Pessoa que se fez pela política....
O voto ético (com dúvidas), entretanto, estaria centrado em um só dos outros candidatos. Mas parece que não teria chance de prosperar, na medida em que, ao que tudo indica, existe certa polarização entre PASSADO RECENTISSIMO X PASSADO .... Seja um, seja outra, já se tem idéia do que pode esperar este infeliz torrão natal.....

Não há "reza" do PT que possa redimir um dos lados dessa equação... tanto quanto não adiantou, em passado recentíssimo, a presença desse partido nos INTESTINOS do governo que está findando....

Anônimo disse...

Tem Vereador falando demais por aqui, tentando conceder halo de virtudes a uma das maiores sacanagens que se viu nos últimos anos na política antoninense. Maquiavel sorriu no túmulo por ter discípulos tão exemplares...
A coisa foi tão feia que agora até se tem é dó e compaixão do nosso atual Alcaide, que, bem ou mal, está tentando fechar sua administração com algumas realizações perenes.

Pena que tenha também embarcado na "canoa furada" que a F. Matarazzo significa, canoa essa, já furada nos tempos de outro prefeito, pois fizeram, ao que parece, o alongamento da F. Matarazzo do lado errado. Do outro lado da apae, embora menos estético, não teria dado briga com ninguém, pois não seria necessário mecher na linha de trem e haveria conciliação de níveis entre a F. Matarazzo e a T. Peixoto.
Pois é.... Desde à época do prefeito anterior, "meteram tomada em focinho de porco" e.... deu no que deu.... Sei não se a prefeitura ganha essa na Justiça...Parece que não, pois ferrovia, tanto quanto qualquer estrada, é coisa muito séria ser interrompida, mais ainda pertencente, também o terreno, à União Federal... Ainda que se diga que ali é do Matarazzo, não altera nada, pois ferrovia, ainda que particular, É SERVIDÃO PÚBLICA.
O talho na ferrovia, isolando a estação de trem, acabaria com o sonho de se ter chegando aqui trem de passageiros, como é 'zum zum' que se ouve que a Serra Verde, em seguida à reforma que a ALL está fazendo, destacaria parte de trem para Antonina....
O corte que fizeram na alça do triângulo já dificulta sobremodo qualquer projeto de turismo nesse sentido, pois o triângulo era essencial para a manobra dos trens.
Pobre turismo nesta linda terra, quando mais turistas são os políticos, apenas adoradores do próprio umbigo....

Anônimo disse...

Meu caro editor, Luis Henrique!

Eu não tinha opinião formada sobre os recentes acontecimentos, visto que, tal são tomé, preciso ver pra crer... pasmo fiquei ao ouvir a explicação, para os fatos, vinda de um membro do PT:
- "O Canduca não quis se candidatar a reeleição e comunicou na inauguração do CAPS, onde indicou o "fulano de tal" para concorrer em seu lugar."

O fato é que eu estava presente no referido dia e não ouvi o prefeito falar nada parecido, ele apenas elogiou o trabalho do seu secretário enaltecendo o trabalho de um membro de sua equipe, o que é comum numa inauguração. Apenas isto!
Tirem suas conclusões.
Eu, como petista inconformado, anularei meu voto.

Seu blog é o mais comentado em Antonina, Luis. Grato pelo espaço democrático.

Amigos do Jekiti disse...

Fiquei supreso com as manifestações, embora soubesse que muita coisa dita nos comentários me foi dito anteriormente. Só não imaginava que os anônimos" estavam entalados.
Mesmo tendo restições ao anonimato, não posso desconsiderar que muitos se manisfestam dessa forma por medo de persiguição e isso devo respeitar, pq Antonina é cidade pequena de poucas oportunidades e muitos são pais de família e precisam se proteger
Este blog procurar lidar com as questões com lisura e reafirmo meu respeito ao Tutuca, por ter dado a cara a tapa vindo para o debate.
Tutuca e eu conversamos raidamente no Jekiti e disse a ele que nossos antagonismo políticos não podem gerar inimizade e conflitos além do que fora de cunho meramente ideológico... isso se chama civilidade e respeito à librdade de expressão.
Ao anônimo das 18:19: O que vc ouviu eu tbm ouvi de algumas pessoas (dos dois lados).
Este espaço está a disposição da "Antonina que queremsos" para o que melhor lhes convier.
Para finalizar, me dirijo àquele que chamou o pessoal de burro por oportunizar a candidatura Munira. Não encaro dessa forma, embora não desejando de forma alguma que ela vença, por razões que já coloquei aqui. Tudo é uma questão de escolha e esta pode resultar em bons frutos ou não.
abraços!

Sonia Nascimento disse...

Prezado Luiz Henrique,
Meu recado é pro petista descontente: duvido que ele seja petista. Se fosse, teria ido pro debate, no grupo, quando nós estávamos discutindo alianças. Teria colocado sua opinião, saberia que todos nós fomos ouvidos. Esse petista de faixada não seria um dos oportunistas que estão até hoje aninhados no colo do nosso simpático Canduca, ganhando seu dinheirinho em troca de esquecer ética do partido? É fácil dizer que é petista e não ir lá, no partido, onde a coisa acontece. Esse petista fantasia deveria saber como funciona o partido. Lá não tem esse negócio de uma pessoa pensar assim e todas irem atrás. Lá a democracia funciona. Vão dizer de novo que eu sou festiva? Só quem é PT de fato sabe como a gente decide as coisas.
E tem mais: pra mim, essa história já rendeu o que tinha que render. Enquanto isso, a Dona Munira Peluzzo, uma pessoa que todo mundo conhece e sabe como administra a cidade (como o quintal da casa dela) vai de mansinho ganhando terreno no meio das pessoas que sofrem de amnésia. Esse debate não serviu pra cidade, serviu mesmo pra vaidade dos incompetentes de plantão. Pra gente que está prestes a perder o posto de puxa-saco. Meu querido, não vou mais falar sobre esse assunto. E quero, de público, dizer que desprezo esse "petista" de faixada, que diz que vai votar nulo. Petista de verdade é disciplinado e faz o que a maioria decide. Outra coisa: eu nunca fiz um comentário anônimo. NUNCA. TENHO VERGONHA NA CARA.

Policarpo JHÚNIOR disse...

"SE MAMÃE NÃO FOR, EU VOU"

Policarpo JHÚNIOR disse...

O acaso como nosso aliado. Se a felicidade depende de nossas escolhas, é da sorte a última palavra.

Martha Medeiros

Anônimo disse...

Tutuca sabemos que a mulher é arrasadora na zona rural. Também tem fortes penetra~çoes nos maiores bairros da cidade, o seu candidato que já mostrou que sabe fazer não sei não se aguenatrá as traulitadas que ainda virâo. Acho tanto vc qaunto o Heliomar e o vereador mewntor um tanto fraco para segurar a barra que está só começando. O lado dela tem muita gente boa para o debate incluisve um do blog mais acessado da cidade. O bicho vai pegar.
Entre todas essas brigas continuo com o meu candidato este sim é bom.

Meu voto é do Joao.

Joao do mero pra prefeito de Antonina.

Anônimo disse...

Sônia, Voce se "esqueceu" de que o PT não mais tira a ética do papel....
É uma pena que Pessoa mui estimada de sua Familia ainda insista, com outros abnegados, em emprestar moralidade pra um partido que não mais a tem....

Anônimo disse...

Olhem a "democracia do PT" - "....Petista verdadeiro é disciplinado e faz o que a maioria decide"......
Parece que o PT está revogando o voto livre, direto e secreto da democracia brasileira.... Ah, Sônia.... o teu PT.... Ah se tivesse procuração pra votar.... dna. Sonia..... todos os petistas poderiam ficar em casa, e talvez o teu voto valesse por todos eles... Despreze, sim, o petista, mas admire o cidadão que ainda não vendeu ou não alienou a própria consciência e se serve dela pra formar sua convicção de voto....

Anônimo disse...

Cara sra. Sonia,

Sua indignação deveria se voltar ao grupo de "impôs" esta coligação esdrúxula do PT.
"Antonina que queremos" não passa de "Antonina que já tivemos", visto que, é a mesma turma que estava na corte e agora saiu virando o coxo em que comeu e se lambuzou.

Não fui pro debate no PT porque não sou filiado a partido algum, nem nunca tive cargo público, sempre fui simpatizante do PT e votei no Lula mas, aqui em Antonina, não posso dar meu voto a quem não confio. Confiança quebrada não tem como consertar.

Acho que o PT antoninense foi mais ingênuo que Canduca, se é que me entende, pois conheço pessoas sérias e comprometidas com o partido que também estão descontentes com o rumo das coisas, mas vão com a maioria, pelo partido.

Sei que a senhora é pessoa correta e bem intencionada, só lamento que tenha que vir, sozinha, defender o que não tem defesa, isto lhe dará muito desgaste e não sei se vale a pena.

Ass: petista descontente

Anônimo disse...

o PT 'manda' no foro íntimo de seus associados? Parece que é isso o que indica a palavra "disciplina" aí de cima....
ISSO DÁ CANABRABA, MULTA E CASSAÇÃO DE REGISTRO, se for levado a cabo por candidato, partido ou coligação.

Anônimo disse...

dna Sonia: sua referencia aos anônimos é injusta e preconceituosa e pouco democrática. Há pessoas (com as quais a sra cruza com frequencia) que, embora cidadãos que amam esta terra, teriam muito a perder se se identificassem.
a sra, identificando-se, não tira pão da boca de sua familia. comigo isso poderia acontecer....
perdoe-me dizer que, embora o PT e seus membros (com exceçoes, nas quais incluo o Paulo) está organizado nos moldes das falanges dos 'camisas pretas' de mussolini, onde a palavra 'democracia' parece que só serve pra enfeitar discurso. é isso o que se pode inferir de sua ultima manifestaçao. quero lhe adiantar que o meu partido se chama: ANTONINA. siglas, pouco importam, estou à procura de honestidade, probidade, seriedade, no trato da coisa pública.

Infelizmente, o PT 'embarcou' nessa de 'mais da mesma coisa' que ainda nem acabou.....

Anônimo disse...

decidir com antecipação em quem outras pessoas devem votar, decidir por elas, é COAÇÃO. Vou pesquisar na lei eleitoral que tipo de crime é esse, e qual é a pena reservada para os que desprezam o minimo do minimo da democracia.
olhem aí o PT demonstrando sua verdadeira face..... sombria, por sinal.....

Anônimo disse...

Uma coisa pra dona Sonia pensar:-
a sra. Candidata de outro partido, ficou oito anos fora do poder. Nesses oito anos teve tempo pra refletir, analisar e seguir atentamente o que aconteceu por aqui. OU SEJA, TEVE TEMPO DE APRENDER, REAPRENDER E CORRIGIR rumos e roteiros, coisa que não aconteceu com o pessoal desse 'barco da alegria', gente que ainda tem no sapato a poeira dos gabinetes da prefeitura.

Anônimo disse...

resposta para Sonia
não há fidelidade partidária que me faça abrir mão dos meus valores e princípios e me obrigue a votar em traíras

Anônimo disse...

GOSTEI DA IDÉIA E DO LEMA:- "... O MEU PARTIDO SE CHAMA ANTONINA"

Anônimo disse...

a gana contra os anônimos não tem nada de bom ou de nobre:- é porque seus defratores não querem só discutir idéias:- querem ter uma cara pra bater e um rosto pra odiar...

PAULO R. CEQUINEL disse...

Gozado, muito gozado. Minha cara você vê, anônimo de bosta, mas a sua, escondida pelas máscaras da covardia, decidiu que tem o "direito" de discutir ideias.
Eu discuto ideias, e as minhas podem ser completamente descartáveis, mas pago o preço e me identifico.
Você, cagão, não vale nada.
Eu posso não valer nada, mas sempre haverá quem possa dizer que Paulo Roberto Cequinel não vale nada.

Anônimo disse...

Cekinel, impropérios e petições de princípios não levam a nada.

O PT é religião com gravissima dose de hipocrisias, tanto quanto outras religiões caça-níqueis que rodam por aí.
Se fosse autêntico em suas idéias, não estaria conjuminado com ninguém.

E, nesta eleição, vem ocupar um lugar pior que secretário municipal, pois vice prefeito só serve pra receber a 'farinha' no fim do mes. Vice é vice:- um cargo figurativo, completamente inútil, mas útil para o "faz de conta" da política petista e muito útil para os verdadeiros mandantes do poder, pois é garantia de que, em caso de vitória, o Vanhoni continuará a ser 'padrinho' da prefeitura....

Anônimo disse...

Esse tipo de manifestação não 'ajuda' o PT. Pelo contrário, melhor indica a vocação autoritária e ditatorial que lá predomina.

E olhem que fizeram questão de dizer que o Paulo era uma exceção dentro do partido.... Lego engano de quem falou....

OMAR - Não está para Peixes disse...

INFORMAÇÃO Nº 45/07.10.2012 - top...top secret.


Candidatura de Hussein Bakri é impugnada pela Justiça.

A juiza Jeane Carla Furlan, da 33ª Zona Eleitoral, acatou o pedido de impugnação da candidatura de Hussein Bakri à prefeitura de União da Vitória. A ação, ajuizada pelo também candidato Pedro Ivo Ilkiv, declara Hussein inelegível “em razão da rejeição de contas por decisão irrecorrível do órgão competente, em decorrência de irregularidades insanáveis que configuraram, em tese, atos dolosos de improbidade administrativa”. De acordo com o despacho da juiza publicado hoje, foi “indeferido o pedido de registro de candidatura da chapa para os cargos de prefeito e vice-prefeito da coligação EM BOAS MÃOS VAMOS VOLTAR para o Município de União da Vitória.

Editor: piada pronta o nome da coligação, já está havendo uma flexibilização dos "Mus musculus" na campanha da mother of the poor.

Antonio disse...

ESTAVA NA HORA DE ANTONINA TER UM PARTIDO POLÍTICO(pt), E NÃO UMA CONFRARIA DE AMIGOS, OU PSEUDO-PARTIDOS POLÍTICOS.

QUANDO O PT DECIDIU EXPOR AS SUAS OPINIÕES SOBRE A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DE ANTONINA COM IMPARCIALIDADE TEVE CERTA NOÇÃO DA PERVERSIDADE DO SISTEMA QUE DOMINA A POLÍTICA DE ANTONINA HÁ TEMPOS, EU DISSE CERTA NOÇÃO, NO FUNDO ESSA CERTA NOÇÃO ESTAVA LONGE, MUITO LONGE DAQUILO QUE COMEÇOU A VER QUANDO FOI DECIDIDAMENTE LUTAR CONTRA ESSE TAL SISTEMA. ESSE SISTEMA É FECHADO, CORPORATIVISTA, DOMINADO POR PROFISSIONAIS QUE FAZEM DA VIDA PÚBLICA UM MEIO DE ENRIQUECIMENTO RÁPIDO, PARA ELES A ÉTICA NÃO EXISTE, A MORAL É APENAS TEORIA, A HONESTIDADE É COISA DO PASSADO E O CUIDADO AO PRÓXIMO É PERDA DE TEMPO, AFINAL DE CONTAS PARA ELES, TEMPO É DINHEIRO. ESSE MODELO PERVERSO, NÃO PERMITE QUE SURJAM NOVOS NOMES PARA A VIDA PÚBLICA, ELES NÃO GOSTAM DE “CORRER RISCOS”, E TENTAM DE TODAS AS FORMAS COOPTAR QUEM CHEGA OU ELIMINAR QUEM CORRE POR FORA, NO CASO O PT, IMPEDINDO-O DE PARTICIPAR DO PROCESSO ELEITORAL. PARA ELES O QUE INTERESSA É O CONTINUÍSMO NO PODER PARA QUE COM ISSO AUMENTE OS SEUS PATRIMÔNIOS. ANTONINA ESTÁ VIVENDO ESSE DRAMA CORPORATIVISTA, O SISTEMA MONTADO POR AQUI ESTÁ PASSANDO POR CIMA DE ALGUMAS CANDIDATURAS COMO UM ROLO COMPRESSOR, ESTÁ TIRANDO DO PÁREO ALGUNS CANDIDATOS ANTES DA DISPUTA, ESTÃO USANDO DO “PRESTÍGIO-MAQUIAVÉLICO-POLÍTIQUEIRO-ECONÔMICO” PARA IMPEDIR QUALQUER TIPO DE MOVIMENTOS CONTRÁRIOS. O QUE O PT PRECISA FAZER? ENFRENTAR SEM MEDO ESSE TAL SISTEMA, CONVOCAR O POVO A VIR PARA AS RUAS LUTAR PELO DIREITO DEMOCRÁTICO, DIREITO ESSE CONQUISTADO DEPOIS DE MUITA LUTA E DE MUITOS ANOS, CREIO NA HONRA E ESPÍRITO DEMOCRÁTICO DO PT, CREIO QUE O PT DE ANTONINA TÊM DE PESSOAS ÉTICAS QUE SE PAUTAM NA VIDA PÚBLICA POR UMA ÉTICA CRISTÃ QUE TEM COMO FUNDAMENTO OPORTUNIDADES E DIREITOS IGUAIS PARA TODOS. CREIO QUE ESTAMOS VENDO EM ANTONINA O SURGIMENTO DE UM PARTIDO POLÍTICO TRANSPARENTE, FIRME, QUE ABRE PORTAS PARA VOCACIONADOS E OS APÓIA AINDA QUE SEJA CONTRA ESSE TAL SISTEMA. CHEGOU O TEMPO DE ANTONINENSES JUNTOS, UNIDOS, CONSTRUÍREM, UM NOVO MOMENTO ONDE PARTIDOS ÉTICOS ESTEJAM IRMANADOS COM A SOCIEDADE PARA COM SABEDORIA, GRAÇA DE DEUS E ESPÍRITO COLETIVO FUNDAMENTAREM UM NOVO MODELO POLÍTICO EM ANTONINA, ONDE TODOS ESTEJAM INCLUÍDOS. CREIO QUE ESSA É A HORA. E CREIO QUE ESSE É O MEDO DOS LOMBOS LISOS DA POLÍTICA ANTONINENSE

PAULO R. CEQUINEL disse...

Meu prezado amigo Jeff Picanço, especialista em desbarrancamentos, deslizamentos e acomodações de bases governistas, além de atento e assustado atleticano (veja aqui, aqui e aqui), anotou o patético comportamento de muitos capelistas que, acometidos pela síndrome do vira-latas sarnento e manco, consideram Morretes, nossa simpática vizinha, um paraíso que, além de receber milhões de turistas, ainda por cima nos manda a cada quatro anos a Mônica para disputar a (nossa) prefeitura.

Esta educada introdução que os mais atentos e descolados sentiram ser apenas a da cabecinha, é para registrar minha completa estupefactação diante dos nossos patéticos vira-latas capelistas.

Explico, se me permitem.

Diante do portentoso desastre ferroviário ocorrido em Morretes, ainda não li em nossos blogs nenhum comentário anônimo, como é típico destes "indignados" cagões, de modo que para facilitar seu confortável anônimato ofereço a vocês, desconhecidos que adoram odiar e criticar mas não querem pagar nenhum preço, este singelo texto que, juro, vocês podem usar onde quiserem.

Digam e proclamem, anônimos sarnentos, que "aqui em Antonina a gente só vê uns atropelamentos mixurucas, umas bicicletas sendo entortadas, mas Morretes preparou-se, seus políticos se uniram e tem até desastre de trem que é notícia na rede globo!"

Como se vê, estou tentanto espantar as moscas que infestam meu blog.

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento

O JEKITI NOS ANOS 60 - foto do amigo Eduardo Nascimento